SL Benfica é o clube com a segunda maior dívida da Europa

Só o Manchester United supera a dívida as ‘águias’. Relatório é da UEFA.

Pedro Nunes/Reuters

O SL Benfica é o clube que regista a segunda maior dívida da Europa de acordo com o relatório da UEFA designado “The European Club Footballing Landscape” que analisou as contas dos clubes europeus relativamente ao ano de 2015.

A dívida das ‘águias’ é de 336 milhões de euros e é apenas superada pela dívida do Manchester United que acumula um valor de 536 milhões de euros, o que equivale às receitas anuais do clube e a 80% do valor dos ativos.

A diferença para com os Red Devils é que, de acordo com este relatório, a dívida do clube português é mais de três vezes superior ao valor das receitas e equivale a 130% do valor dos seus ativos.

Eis o ‘top ten’ dos clubes europeias mais endividados de acordo com o estudo da UEFA:

 

#1:Manchester United536 milhões de euros
#2: SL Benfica336 milhões de euros
#3: Inter de Milão306 milhões de euros
#4: Valência285 milhões de euros
#5: Queens Park Rangers279 milhões de euros
#6: AC Milan249 milhões de euros
#7: CSKA Moscovo244 milhões de euros
#8: Galatasaray222 milhões de euros
#9: Juventus209 milhões de euros
#10: Roma208 milhões de euros

Recomendadas

“Os problemas do ambiente marinho vão além da sobrepesca ou poluição”, diz ministro do Mar

Celebra-se este sábado o Dia Nacional do Mar. Ricardo Serrão Santos esteve com representantes nacionais das instituições ligadas à pesca, em Sesimbra, onde alertou que “os oceanos de hoje foram levados ao limite pela praga do nosso tempo, o aquecimento global”.

Bloco de Esquerda defende englobamento no IRS para criar mais justiça fiscal

A coordenadora do BE, Catarina Martins, defendeu este sábado o englobamento de rendimentos no IRS como forma de aliviar a carga fiscal para quem trabalha e criar mais justiça fiscal, cobrando a quem ganha rendimentos de capital.

Saudi Aramco começa este domingo o período de subscrição de ações

A maior oferta pública de venda (OPV) de ações da história começa amanhã e estará aberta até ao dia 28 de novembro para investidores privados que somente serão sauditas por decisão da empresa e até 4 de dezembro para investidores institucionais.
Comentários