Só 25% da habitação em Lisboa é acessível para arrendamento

Percentagem de casas para arrendamento acessível sobe para os 35% na região do Porto e para os 64% em Faro.

A região de Lisboa apresenta apenas 25% de habitação acessível para arrendamento, ou seja um imóvel que está disponível para arrendar, mas com um preço que não ultrapasse os 35% dos rendimentos brutos de uma família média portuguesa da zona em questão.

Esta é uma das conclusões que fazem parte do estudo da Aluga Seguro, ‘Radiografia do mercado de arrendamento em Portugal 2021’ e que foi apresentado na terça-feira, 8 de junho.

A grande parte desta oferta do distrito encontra-se no concelho de Lisboa (73,24%) seguindo-se Cascais (10,33%), sendo que ambos os concelhos registam menos de 30% de habitação acessível disponível. Em sentido inverso, aparecem os concelhos da Azambuja (92%), Alenquer (86%) e Sobral de Monte Agraço (78%), mas o maior problema é que a oferta disponível, é quase inexistente.

Olhando para o distrito do Porto, a habitação para arrendamento acessível sobe para os 35%, verificando-se uma estabilidade neste segmento onde  todos os concelhos têm mais de 30% de casas disponíveis, com exceção de Matosinhos (28%). Os concelhos que oferecem mais habitação para arrendamento acessível são Penafiel (68%) e Trofa (68%). O concelho do Porto apresenta 66,18% da oferta do arrendamento, seguido por de Vila Nova de Gaia com 14,11%.

Já no distrito de Faro, todos os concelhos apresentam uma percentagem acima de 40% de habitação
acessível disponível, destacando-se Vila Real de Santo António (88%) e Portimão (79%), surgindo em sentido inverso Faro (5,39%) e Vila Real de Santo António (6,80%).

Recomendadas

Plataforma de ‘crowdfunding’ imobiliário já angariou 800 mil euros em três projetos

Desde que teve autorização da CMVM para operar em abril de 2019, a plataforma “Querido Investi numa Casa” realizou a maior operação de crowdfunding imobiliário executada em Portugal, o ‘Common Prodigy I’ no valor de 550 mil euros.

Preço médio do arrendamento em Lisboa é de 1.235 euros mensais

Já na cidade do Porto, o valor médio de uma habitação é de quase menos 300 euros em comparação com Lisboa, mas é em Cascais que o preço médio do arrendamento é o mais elevado do país, com 1.511 euros por mês.

Fundo Corum XL atingiu o registo de mil milhões de euros de capitalização

A gestora de ativos imobiliários francesa alcançou a marca no passado mês de maio, contando neste momento com mais de 24 mil investidores.
Comentários