Sociedade detida pela chinesa CNIC vendeu 1,33% do capital da EDP por 175,6 milhões

A sociedade Orise S.A.R.L., detida pelos chineses da CNIC, vendeu na terça-feira por 175,6 milhões de euros 1,33% do capital social da EDP, segundo um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A ORISE S.A.R.L. (‘ORISE’) comunica que concluiu com sucesso a venda, por meio de oferta particular através de um processo de ‘accelerated bookbuild’ [venda acelerada] dirigido exclusivamente a investidores institucionais qualificados (a ‘colocação’) de 48.783.722 ações (‘ações’) representativas de aproximadamente 1,33% do capital social da EDP – Energias de Portugal, S.A.”, refere o comunicado.

Segundo o comunicado ao mercado, “o valor total da receita da colocação atingiu aproximadamente 175,6 milhões de euros, correspondente a um preço de 3,60 euros por ação”.

“A liquidação da colocação ocorrerá em 08 de novembro de 2019 mediante a entrega das ações e o pagamento do preço à ORISE. Após a liquidação da colocação, a ORISE passará a deter 3.000.000 ações da EDP, sujeitas a um ‘lock-up’ de 30 dias”, acrescenta a Orise à CMVM, referindo que “a Société Générale atuou como ‘sole bookrunner’ da colocação”.

No dia 31 de outubro, a CNIC tinha anunciado que tinha reduzido a sua participação na EDP dos 4,34% para os 1,89%.

“No dia 30 de outubro de 2019, a CNIC Co., Ltd. comunicou à EDP, nos termos do artigo 20.º do Código dos Valores Mobiliários, que a sua participação na EDP baixou do patamar mínimo de 2% das participações qualificadas a 29 de outubro de 2019, para 1,8898% do capital social e direitos de voto da EDP”, lê-se na informação divulgada à CMVM nesse dia.

Recomendadas

Receitas da Altice Portugal crescem 2,1%, para 536 milhões de euros no terceiro trimestre

O crescimento das receitas foi sustentado sobretudo pelo segmento do consumo, Base de clientes da da empresa de telecomunicações cresceu “pelo oitavo trimestre consecutivo”.

Lítio em Portugal é explorado em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica

Portugal produz lítio, mas não existem minas dedicadas exclusivamente à exploração de lítio, que é extraído em conjunto com outros minérios para produzir cerâmica.

Nike anuncia fim da parceria com a Amazon

A estratégia da gigante americana toma agora uma nova face, impulsionada pela mudança de direção, depois da contratação do ex-diretor executivo do EBAY. A Nike tem investido bastante no mercado online, e através da internet viram as suas receitas triplicarem desde 2013.
Comentários