Sondagem mostra Boris Johnson como o melhor amigo dos independentistas escoceses

Textos antigos do candidato a líder dos conservadores britânicos podem ter um profundo efeito nas fronteiras do Reino Unido quando chegar a primeiro-ministro.

Uma sondagem realizada entre os eleitores escoceses indica a vitória do “sim” num segundo referendo à independência da Escócia se o candidato a líder do Partido Conservador Boris Johnson for o próximo primeiro-ministro britânico. Segundo o estudo da Panelbase divulgado neste domingo, 53% dos escoceses votariam a favor da saída do Reino Unido, contra apenas 47% que prefeririam manter a ligação a Londres.

Este resultado contrasta com o da outra pergunta da mesma sondagem, na qual foi perguntado aos escoceses como votariam sem ter em conta a presença de Boris Johnson como primeiro-ministro. Nesse caso o “não” obteria 51%, contra 49% de intenções de voto no “sim”. Mas mesmo nesse cenário houve uma aproximação dos independentistas, pois a última sondagem da Pannelbase apontava para uma desvantagem de quatro pontos percentuais (52-48%).

Aquilo que faz de Boris Johnson o melhor amigo dos adeptos da independência, nomeadamente do Partido Nacional Escocês (SNP), da primeira-ministra Nicola Sturgeon, será mais do que a posição do antigo ministro dos Negócios Estrangeiros em relação ao Brexit. A “Business Insider” recordou alguns textos que Johnson escreveu enquanto editor da revista “Spectator”, incluindo um poema humorístico no qual advogava o “extermínio” do povo escocês e uma coluna de opinião a defender que cidadãos escoceses deveriam ser impedidos de serem primeiros-ministros do Reino Unido.

O artigo da “Business Insider” foi mencionado na Casa dos Comuns na semana passada pelo líder da bancada parlamentar do SNP, Ian Blackford, meses depois de a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, ter anunciado que pretende organizar um segundo referendo à independência da Escócia até 2021.

O primeiro referendo foi realizado em 2014, com a vitória do “não” por 55,3%.

Relacionadas

Reino Unido: Pode a vida privada de Boris Johnson impedi-lo de chegar a primeiro-ministro?

A polícia foi chamada ao apartamento onde vive o candidato à liderança do partido conservador depois dos vizinhos terem ouvido uma discussão entre Boris Johnson e a sua parceira. O tema está a dominar as notícias no Reino Unido e o seu adversário à liderança dos ‘tories’ já o criticou.

Boris, o homem das bananas

Um veterano da cobertura noticiosa das lides europeias em Bruxelas contou-me, por alturas do referendo ao Brexit, uma história caricata.
Recomendadas

Azul e dourado de regresso. Passaporte britânico vai ser emitido em março

O anúncio foi feito pela secretária do Interior, Priti Patel, que colocou a imagem do novo passaporte no Twitter. O passaporte azul e dourado vai voltar a ser emitido pela primeira vez depois de três décadas, quando se instalou o passaporte de aspeto único em 1988.

Covid-19: MNE está a acompanhar situação de tripulante português que estará infetado

Segundo adiantou a mulher de Adriano Maranhão, Emmanuelle, o português “foi examinado pela primeira vez há dois dias”, após “terem desembarcado os passageiros”.

Covid-19: Tripulante em navio japonês pode ser primeiro português infetado

“Estamos à espera de informação. Como é de noite agora no Japão, calculo que amanhã tenhamos informação concreta sobre os resultados”.
Comentários