Startup Azul permite abastecer sem sair de casa

Apesar de o abastecimento nas bombas ser permitido em qualquer altura, Hugo Botelho teve a ideia de criar uma bomba de combustível móvel para satisfazer as necessidades dos condutores sem que estes tenham de se deslocar para abastecer.

Hugo Botelho, fundador da Azul | Direitos Reservados

Com o Estado de Emergência decretado desde o passado dia 18 de março, os postos de combustíveis são um dos estabelecimentos que podem permanecer abertos, sendo que o atendimento é realizado pelo postigo noturno, de forma a não existir contacto.

Apesar de o abastecimento nas bombas ser permitido em qualquer altura, Hugo Botelho teve a ideia de criar uma bomba de combustível móvel para satisfazer as necessidades dos condutores sem que estes tenham de se deslocar para abastecer.

A Azul é uma startup que abastece o cliente onde este estiver, sendo que são os funcionários da Azul que se deslocam até ao cliente para lhe abastecer o veículo, disponibilizando gasóleo e gasolina 95 e 98. O Jornal Económico falou com Hugo Botelho, fundador da Azul, para perceber como funciona o serviço e quais as mais valias para os clientes.

Durante o Estado de Emergência, quais as vantagens da Azul para os consumidores?

Num momento como o que atravessamos, o serviço da Azul nunca teve tanta relevância como agora, na medida em que as necessidades atuais exigem soluções que vão ao encontro dos portugueses. Numa altura em que a recomendação maior é ficar em casa, o nosso serviço de abastecimento direto de combustível será uma mais-valia para fazer frente aos riscos associados à pandemia, sendo que na grande maioria das operações nem sequer há contacto com o cliente, apenas com o veículo. Além disso, o nosso serviço estará na linha da frente para servir todas as atividades que necessitem de combustível, respeitando sempre as regras ditadas por esta nova realidade.

Que vantagens podem ser destacadas no serviço da Azul?

A principal vantagem de abastecer através do serviço da Azul é não ter de o fazer nos habituais postos e estações de serviço. A experiência de abastecer veículos é algo recorrente nas nossas vidas e o nosso objetivo é tornar essa experiência mais fácil e agradável ao cliente. Através da Azul, é possível poupar tempo e paciência, bem como contribuir positivamente para o ambiente, na medida em que diminuímos o tráfego urbano e, consequentemente, reduzimos a emissão de gases para a atmosfera e reduzimos o nível de poluição sonora.

Como é feito o abastecimento aos consumidores? 

Para usufruir do serviço da Azul é necessário, em primeiro lugar, fazer o registo no site. A partir do momento em que é feito o registo, a equipa da Azul entra em contacto com o cliente para verificar as condições do pedido efetuado, sendo que o nosso serviço apenas se realiza em espaços controlados, verificados e validados pela equipa. Assim que o pedido for validado, o cliente pode ter acesso ao seu espaço cliente e gerir todos os pedidos. No momento de abastecimento, validado o pedido e o local escolhido, uma equipa da Azul dirige-se ao local com uma carrinha comercial, que transporta até mil litros, e abastece o veículo. No caso das empresas, estão disponíveis diferentes horários fixos semanais de serviço, não existindo custos associados à entrega.

Visto que o combustível tem normas de segurança para ser transportado, qual o método de transporte deste combustível até aos clientes? É seguro?

O combustível chega até aos clientes transportado por uma equipa de motoristas especializados em carrinhas comerciais com capacidade para transportar até 1000L de combustível. Estas carrinhas cumprem todas as normas de transporte de matérias perigosas, na medida em que o tanque está protegido da carroçaria e o material é anti-explosivo e anti-incêndio. Podemos garantir a segurança máxima do nosso transporte, sendo que mesmo na eventualidade de existir algum problema, o combustível fica sempre dentro da carrinha.

Como é realizada a adesão ao serviço?

Para usufruir do serviço da Azul, é necessário registar-se no site, onde o cliente terá depois um espaço cliente e onde poderá gerir todos os seus pedidos.

Qual o preço praticado pela Azul? Existem descontos?

O mesmo que numa estação de serviço habitual. Na verdade, o preço do combustível proposto pela Azul é inferior ao praticado em média pelo mercado, o que significa que, com o serviço de entrega, o cliente pagará o mesmo que na estação serviço utilizada habitualmente. De momento, estamos a oferecer os primeiros cinco euros para todos os nossos novos clientes.

Com a startup divulgada esta semana, quantos clientes aderiram ao serviço?

Já tivemos dezenas de contactos de empresas e indivíduos interessados no nosso serviço. Esta semana já começámos a servir alguns desses clientes, nomeadamente duas empresas nas suas sedes, para garantirem um melhor acolhimento dos seus trabalhadores, que se sentiram um pouco mais seguros.

Quantas pessoas fazem parte da equipa da Azul?

Atualmente, a equipa da Azul é composta por sete pessoas, mas a expectativa é que até ao final do ano sejamos cerca de 20.

Em comparação com as bombas de combustíveis regulares, qual a mais-valia deste serviço?

A mais-valia do serviço da Azul é mesmo o tempo que poupamos a abastecer os veículos, na medida em que em vez de nos dirigirmos a uma estação de serviço, a estação vem até si. O serviço de abastecimento direto de combustível é uma solução que oferece à sociedade a possibilidade de poupar tempo e paciência, e que contribui positivamente para o ambiente ao reduzir o tráfego urbano, a emissão de gases para a atmosfera e a poluição sonora.

Qual o investimento? Têm parceiros nesta fase inicial?

Tivemos um investimento inicial de um milhão de euros pela equipa fundadora e investidores privados.

Além de Portugal, em que países estão presentes?

Estamos presentes na região de Lisboa, e muito em breve na região do Porto. Poderemos considerar uma expansão internacional durante o ano 2021, após a expansão nacional para outras cidades que apenas Lisboa e Porto.

Ler mais
Recomendadas

“48 horas para rescindirem funções e abandonar o país”. O que já sabe sabe sobre a ameaça da extrema-direita a deputadas e ativistas?

Depois da “parada Ku Klux Klan” à porta do SOS Racismo, as deputadas Beatriz Gomes Dias, Mariana Mortágua e Joacine Katar Moreira estavam entre as destinatárias da ameaça enviada esta terça-feira por um grupo de extrema-direita radical. PJ já está a investigar o caso.

Portugal regista mais 325 casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 204 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 39.177.

“Festa do Avante? Tem que haver cumprimento das regras vigentes”, garante Governo

“Decisão é da exclusiva responsabilidade da organização mas tem que haver cumprimento das regras vigentes sem qualquer exceção: por exemplo, espaços de alimentação e de atividades culturais têm que cumprir as mesmas regras dos outros espaços a nível nacional”, garantiu Mariana Vieira da Silva.
Comentários