Startups de inteligência artificial vencem os Prémios Empreendedor XXI

Sensei Tech e a HiJiffy venceram a iniciativa organizada pelo BPI e pela DayOne em parceria com a Agência Nacional de Inovação.

As startups Sensei Tech e a HiJiffy foram as vencedoras da terceira edição dos ‘Prémios Empreendedor XXI’. A utilização da inteligência artificial (IA) para o comércio e turismo mereceu o reconhecimento dos jurados, que atribuíram o prémio de cinco mil euros a cada uma destas jovens empresas.

Os ‘Prémios Empreendedor XXI’ são uma iniciativa organizada pelo BPI e pela DayOne (divisão do CaixaBank especializada para empresas de tecnologia, inovação e respetivos investidores), em parceria com a Agência Nacional de Inovação (ANI) e que conta com o Alto Patrocínio do Ministério da Economia.

A Sensei Tech, com sede em Castelo Branco, desenvolveu uma solução inovadora baseada em machine learning para implementação em lojas de retalho autónomas. Através da análise de dados em tempo real, a Sensei Tech permite ao retalhista a otimização do seu negócio e da experiência que oferece aos seus Clientes. A empresa já está a preparar a abertura das primeiras lojas autónomas na Europa, ainda este ano.

Por sua vez, a HiJiffy apresentou uma solução tecnológica que centraliza, automatiza e mede todas as atividades de atendimento ao Cliente nos hotéis. Os mais de 500 hotéis que já utilizam a HiJiffy verificaram uma automatização de 70% das comunicações com os hóspedes que exigem respostas quase instantâneas e digitais, 24 horas por dia, com o novo paradigma da Covid-19 em grande foco ao promover a comunicação também durante a estadia de uma forma digital.

Além dos prémios monetários, os vencedores terão acesso a programas de acompanhamento internacional que, de acordo com o seu perfil, os levarão a Silicon Valley ou à Universidade de Cambridge. No primeiro caso participarão num programa organizado pela ESADE, em colaboração com a Singularity University. No segundo caso acederão a um curso internacional de crescimento empresarial para startups – Ignite Fast Track.

Os Prémios Empreendedor XXI destinam-se a empresas inovadoras com menos de três anos de atividade e distinguem os projetos em duas categorias – territorial, onde são consideradas duas regiões em Portugal e 17 em Espanha, decorrendo em paralelo nos dois países, e setorial – onde são considerados seis setores a nível ibérico, decorrendo numa fase posterior. No total, candidataram-se 993 empresas em Portugal e Espanha.

Foram 139 as startups portuguesas a candidatarem-se à terceira edição, 75 na região Norte e Centro e 64 na região Sul e Ilhas. A Sensei Tech foi a vencedora na categoria territorial Norte e Centro e aHiJiffy venceu na categoria territorial Sul e Ilhas.

Ler mais
Recomendadas

Portugal em 7º lugar no indicador global de literacia financeira, segundo a OCDE

Portugal, através do Ministério da Educação, participou pela primeira vez, em 2018, no exercício de avaliação de literacia financeira do Programme for International Student Assessment (PISA), cujos resultados foram divulgados no passado dia 7 de maio.

80,6 mil milhões de euros. Mark Zuckerberg já é mais rico que Warren Buffett

O ‘Business Insider’ explica que a subida de Zuckerberg se deveu aos resultados inesperados da plataforma e ao aumento do número de utilizadores durante o primeiro trimestre de 2020.

António Saraiva: “Empresas precisam de apoios a fundo perdido. Não querem agravar dívida”

O barómetro semanal CIP/ISCTE revela que 82,2% das empresas preferem apoios para capitalização que não agravem o seu endividamento e 41,7% dizem que querem suspender ou cancelar investimentos previstos para 2020. O presidente da CIP, António Saraiva diz que as necessidades das linhas de apoio às empresas aumentaram para 10,5 mil milhões de euros.
Comentários