5G: Tribunal sueco suspende decisão de banir Huawei do leilão

Avança a “Reuters” que a Huawei não irá, para já, avançar com mais ações legais e, de acordo com declarações de Kenneth Fredriksen, executive vice-president, Central East Europe and Nordic Region à agência noticiosa, a tecnológica espera encetar um diálogo construtivo com as autoridades suecas.

O regulador de telecomunicações sueco, a PTS, interrompeu esta segunda-feira o processo dos leilões de espectro 5G depois de o tribunal administrativo ter decidido suspender partes da sua decisão que excluía a Huawei das redes 5G, avança a agência “Reuters” esta terça-feira.

O recurso interposto pela Huawei surgiu no seguimento do anúncio da sua exclusão da implementação das redes 5G na Suécia. A 20 de outubro, a decisão da Autoridade Sueca de Telecomunicações banir a Huawei da nova rede de telecomunicações 5G daquele país, como medida de segurança nacional, apanhou de surpresa a empresa. O grupo chinês considera “sem fundamento, injusta e inaceitável” a medida das autoridades suecas.

Avança a “Reuters” que a Huawei não irá, para já, avançar com mais ações legais e, de acordo com declarações de Kenneth Fredriksen, executive vice-president, Central East Europe and Nordic Region à agência noticiosa, a tecnológica espera encetar um diálogo construtivo com as autoridades suecas.

“Estamos totalmente dispostos a cooperar no âmbito de quaisquer requisitos futuros que possam colocar a Huawei como fornecedor de equipamento 5G e que nos permitiam ser um fornecedor certificado”, acrescentou.

Recomendadas

Dona do Pegasus nega acusações de espionagem a jornalistas e ativistas

O grupo israelita NSO considerou esta segunda-feira “fraca” a investigação que envolve o seu ‘software’ em casos de espionagem a ativistas, jornalistas, políticos e outras personalidades importantes, publicada no domingo por um consórcio internacional de órgãos de comunicação social.

Primavera BSS vai formar 500 profissionais em tecnologia e dá 100% garantia de emprego

A onda de formações, que decorrem nos próximos dois anos, insere-se num programa de reconversão profissional para pessoas com diferentes percursos formativos que queiram reorientar a carreira e enveredar neste ramo (ou quaisquer recém-licenciados).

Farfetch vai abrir o novo escritório em Matosinhos até 2025

Arquiteto dinamarquês foi escolhido para criar o ‘Fuse Valley”, que vai contar com os escritórios da plataforma de moda de luxo, mas também toda uma área de outros edifícios de escritórios, serviços e unidade hoteleira promovidas pelo Castro Group.
Comentários