Syone apresenta crescimento de 8,6% no primeiro semestre do ano

A consolidação da operação a nível internacional e a angariação de novos clientes na zona Benelux e nos países nórdicos, fez com que a empresa de tecnologia e software ultrapassasse uma faturação de 10 milhões de euros de faturação.

Com um crescimento sustentado ao longo do semestre, que culminou com um incremento significativo de 69.4% no mês de Junho, a Syone fechou o primeiro semestre de 2020 com um crescimento de 8,6% no período homólogo.

A empresa de software e tecnologia, tem vindo a registar, nos últimos três anos, um crescimento na ordem dos 15 a 30%.

Segundo Eduardo Taborda, CEO da empresa, o principal objetivo para 2019 era o de consolidar a operação principalmente a nível internacional, o que foi conseguido com a penetração em novos clientes na zona Benelux e nos países nórdicos. Além disso, o CEO destaca que foram capazes de ultrapassar os 10 milhões de euros de faturação.

Já no primeiro semestre deste ano, a Syone conseguiu continuar a superar as expectativas, o que se deveu essencialmente, segundo Eduardo Taborda, à dedicação e compromisso assumido por todos na empresa num momento tão difícil como este que todo o Mundo atravessa, de tanta incerteza a nível económico e financeiro.

“Neste período, a empresa conseguiu aumentar o negócio e mostrar junto dos clientes a importância que a tecnologia tem para as empresas numa situação como esta”, referiu um CEO, em comunicado.

Tal como maioria das empresas de escritório, também a Syone adotou o regime de teletrabalho como forma de prevenção contra a propagação do vírus da Covid-19. Ainda assim, a tecnológica conseguiu manter a atividade a 100%. Segundo a análise do departamento de Recursos Humanos da empresa, em 93% dos casos a produtividade manteve-se ou até aumentou e em 61% dos colaboradores houve impactos positivos em termos de work-life balance com este modelo.

 

Ler mais
Recomendadas

Governo prepara novas linhas de financiamento às exportações

O secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, que está em Milão na maior feira de calçado do mundo, vai colocar verbas do Portugal 2020 à disposição das empresas para a promoção da presença digital nos mercados internacionais.

Liberty cria ecossistema na ‘cloud’ pública

Construir um seguro à medida de cada um e uma oferta personalizável é o objetivo da Liberty Seguros com um novo ecossistema, afirma Alexandre Ramos, da área tecnológica da companhia.

Juíza trava proibição da WeChat nos Estados Unidos

Depois da chinesa Tik Tok, agora é a vez da aplicação de mensagens ver o bloqueio ser impedido, neste caso, pela justiça norte-americana.
Comentários