TAP deve receber injeção de capital na ordem dos mil milhões de euros

O dinheiro deverá ser injetado seguindo um modelo semelhante ao aplicado noutros países europeus que já foram em auxílio às suas companhias aéreas: um rácio entre o número de aviões e o número de passageiros transportados em 2019.

Ainda não há um valor acordado em relação à injeção de capital que a TAP vai receber, mas fonte próxima das negociações adianta à rádio TSF que o valor deve rondar os mil milhões de euros.

Segundo a TSF, o dinheiro deverá ser injetado seguindo um modelo semelhante ao aplicado noutros países europeus que já foram em auxílio às suas companhias aéreas: um rácio entre o número de aviões e o número de passageiros transportados em 2019. No caso da Swiss Air, que tem 107 aviões e transportou 21,5 milhões de passageiros o ano passado, recebeu ajudas públicas no valor de 1.400 milhões.

Já a TAP tem uma frota de 105 aviões e transportou o ano passado 17,1 milhões de passageiros. Os dois lados da negociação apontam para um valor que ronda os mil milhões de euros, podendo até ser ligeiramente superior.

O Estado e os acionistas privados da TAP estiveram reunidos nas últimas duas semanas para encontrar uma solução para a transportadora aérea portuguesa, que está parada há cerca de dois meses devido à pandemia da Covid-19. Esta semana, decorreram novas reuniões entre o Estado e a Comissão Executiva da TAP.

Recomendadas

Marques Mendes: Governo está a demorar muito tempo a decidir sobre a TAP

O comentador político diz que a solução para a TAP no imediato vai passar por um empréstimo público ou um empréstimo privado com garantia de Estado, apontando que o Estado não vai integrar a Comissão Executiva, mas que os “poderes do Conselho de Administração serão reforçados”.

Luxair retoma voos para Faro com clientes luxemburgueses para hotéis do Grupo NAU

Cerca de 70 turistas do Luxemburgo ficaram alojados no o São Rafael Atlântico e o Salgados Dunas Suites, reabriram hoje, dia 31 de maio, as suas portas, e vão permanecer entre sete e 14 noites.

Centros comerciais vão reabrir amanhã à exceção da Área Metropolitana de Lisboa

Dos 94 centros comerciais associados da APCC, 35 são na Área Metropolitana de Lisboa, representando cerca de 50% do emprego deste subsetor de atividade.
Comentários