TAP pediu autorização a Angola e Cabo Verde para realizar voos extra para repatriar 400 portugueses

A companhia aérea prevê que os voos ida-e-volta para Praia, em Cabo Verde, e de Luanda, em Angola, para Lisboa, sejam realizados já esta sexta-feira, dia 27 de março.

A Transportadora Aérea Portuguesa (TAP) pediu autorização aos governos de Angola e de Cabo Verde para realizar mais dois voos extra no âmbito da operação de repatriamento de mais de 400 portugueses, bem como para transportar carga médica e humanitária, foi esta quinta-feira, 26 de março, anunciado.

A companhia aérea prevê que os voos ida-e-volta para Praia, em Cabo Verde, e de Luanda, em Angola, para Lisboa, sejam realizados já esta sexta-feira, dia 27 de março.

“Os voos já foram colocados em sistema (subject to governamental approval), sendo que as reservas poderão ser feitas no site da TAP, www.flytap.com, ou nas agências de viagens”, pode-se ler no comunicado.

A autorização foi solicitada através do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A TAP “garante todas as condições de segurança e operacionais para a realização destes dois voos que – à semelhança dos voos extra operados pela companhia para África ao longo desta semana – estão a realizar-se em condições operacionais atípicas, motivadas pelas diversas restrições impostas por governos e autoridades”.

Em Cabo-Verde, está em vigor uma restrição aos voos oriundos de Portugal, bem como de outros países da Europa, devido à pandemia da COvid-19.

Em Angola a situação é semelhante, não sendo permitida atualmente a entrada de passageiros e tripulantes de companhias aéreas vindas de Portugal. O estado de emergência em Angola foi decretado esta quarta-feira, entrando em vigor às 00:01 horas do dia 28 de março, sábado.

Ler mais
Relacionadas

Covid-19: TAP vai repatriar mil portugueses dos PALOP

Para os próximos dias, estão previstos diversos voos da companhia aérea nacional para trazer para Portugal cidadãos nacionais retidos em Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique.

Portugal vai enviar avião da TAP para o Peru para repatriar portugueses

O avião com capacidade para transportar 298 passageiros vai repatriar cidadãos portugueses e também de 17 outras nacionalidades deste país da América do Sul.

Governo garante que consulados e embaixadas permanecem abertos para apoiar portugueses retidos no estrangeiro

O ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, referiu que foram dadas ordens às embaixadas e consulados para que suspendessem todas as atividades “não essenciais” e que o Governo tem estado a trabalhar, em conjunto com a TAP, para fazer regressar portugueses retidos no estrangeiro.
Recomendadas

Empresa portuguesa desenvolve equipamento para criar quartos de pressão negativa

Tecnologia permite transformar quartos convencionais em quartos de pressão negativa para tratar doentes infectocontagiosos, bem como fazer a purificação do ar eliminando assim os vírus e bactérias e prevenindo a contaminação.

Santander Totta vai passar a pagar aos fornecedores a pronto pagamento

“Esta medida reforça o conjunto de outras que o Santander tem vindo a implementar para apoiar a economia e minimizar os impactos negativos provocados pela Covid-19, com especial foco na tesouraria e liquidez dos seus clientes”, referiu o Santander Totta.

Efacec vai para lay-off durante 30 dias a partir de 6 de abril

A empresa diz que o lay-off será aplicado “transversalmente a todos os níveis da organização”, tanto na modalidade de suspensão de contrato, como da redução temporária do horário de trabalho.
Comentários