TAP vai ao mercado financiar-se em 300 milhões

As receitas da oferta vão servir para antecipar ” reembolso de determinados empréstimos no âmbito do passivo existente da TAP e extensão do respetivo prazo médio de maturidade” e para o “pagamento de comissões e despesas relacionadas com a oferta das obrigações”.

TAP Portugal

A TAP vai ao mercado financiar-se em 300 milhões de euros, anunciou hoje a empresa. A oferta é dirigida a investidores institucionais de obrigações sénior com maturidade em 2024. Segundo a companhia, a taxa de juro vai ser definida após o período da oferta.

“A sociedade Transportes Aéreos Portugueses, S.A. anunciou hoje a sua intenção de lançar uma oferta dirigida a investidores institucionais de obrigações sénior com o valor nominal agregado indicativo de 300 milhões com maturidade em 2024 e taxa de juro a ser definida após o período da oferta”, segundo comunicado da TAP divulgado esta segunda-feira.

As receitas da oferta vão servir para antecipar ” reembolso de determinados empréstimos no âmbito do passivo existente da TAP e extensão do respetivo prazo médio de maturidade” e para o “pagamento de comissões e despesas relacionadas com a oferta das obrigações”.

A companhia aérea já tinha realizado este ano uma operação de financiamento no valor de 200 milhões de euros, na que foi a maior operação em bolsa desde 2012.

Na operação estiveram envolvidos 6.092 investidores, com mais de 50% da operação a ser realizada por investidores particulares.

O investimento médio dos particulares foi de 20 mil euros por investidores.

A procura superou em 8,12 vezes o montante inicial em oferta no segmento geral.

TAP concretiza maior operação em Bolsa desde 2012 no valor de 200 milhões de euros

 

 

Ler mais
Recomendadas

Ensaios iniciais da Johnson & Johnson mostram resposta imune em 98% dos participantes

O fármaco, disponível no formato de uma ou duas tomas, já avançou esta semana para a fase 3 dos ensaios clínicos, pelo que os especialistas avisam que estes resultados preliminares ainda são de interpretação limitada.

Montepio entrega plano de transformação aos trabalhadores dia 6. Previstas entre 600 a 900 saídas

Plano de transformação do Banco Montepio entregue aos trabalhadores dia 6 outubro e prevê a saída de, pelo menos, 600 pessoas, e um máximo de 900, através de reformas antecipadas e rescisões por mútuo acordo. Já estão identificados 37 balcões para encerrar, estando mais cerca de 40 em equação.

Regulador europeu pede fim da suspensão do Boeing 737 Max

“Pela primeira vez em ano e meio, posso dizer que o trabalho com o 737 Max está quase a terminar”, apontou Patrick Ky, diretor executivo da Agência de Segurança de Aviação da União Europeia (EASA, sigla inglesa).
Comentários