TAP vai ao mercado financiar-se em 300 milhões

As receitas da oferta vão servir para antecipar ” reembolso de determinados empréstimos no âmbito do passivo existente da TAP e extensão do respetivo prazo médio de maturidade” e para o “pagamento de comissões e despesas relacionadas com a oferta das obrigações”.

TAP Portugal

A TAP vai ao mercado financiar-se em 300 milhões de euros, anunciou hoje a empresa. A oferta é dirigida a investidores institucionais de obrigações sénior com maturidade em 2024. Segundo a companhia, a taxa de juro vai ser definida após o período da oferta.

“A sociedade Transportes Aéreos Portugueses, S.A. anunciou hoje a sua intenção de lançar uma oferta dirigida a investidores institucionais de obrigações sénior com o valor nominal agregado indicativo de 300 milhões com maturidade em 2024 e taxa de juro a ser definida após o período da oferta”, segundo comunicado da TAP divulgado esta segunda-feira.

As receitas da oferta vão servir para antecipar ” reembolso de determinados empréstimos no âmbito do passivo existente da TAP e extensão do respetivo prazo médio de maturidade” e para o “pagamento de comissões e despesas relacionadas com a oferta das obrigações”.

A companhia aérea já tinha realizado este ano uma operação de financiamento no valor de 200 milhões de euros, na que foi a maior operação em bolsa desde 2012.

Na operação estiveram envolvidos 6.092 investidores, com mais de 50% da operação a ser realizada por investidores particulares.

O investimento médio dos particulares foi de 20 mil euros por investidores.

A procura superou em 8,12 vezes o montante inicial em oferta no segmento geral.

TAP concretiza maior operação em Bolsa desde 2012 no valor de 200 milhões de euros

 

 

Ler mais
Recomendadas

Seguradora Fidelidade entra no mercado chileno

Com esta entrada no Chilea Fidelidade vai também apostar em alianças com parceiros estratégicos locais, alavancadas numa rede ampla de corretores e grandes retalhistas e de bancassurance, apostando numa qualidade de serviço superior com o objetivo de proporcionar o melhor serviço aos clientes.

PAN pede campanha informativa sobre 5G em Matosinhos

Matosinhos tem uma Zonal Livre Tecnológica, promovida pelo CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento, da qual faz parte a NOS. A operadora usa a zona para testar 5G e em outubro anunciou ter coberto “integralmente” com a nova tecnologia móvel. Agora o PAN pede palestras, conferências e debates por toda a cidade para explicar o que é o 5G.

PremiumPropostas não vinculativas pela Brisa são esperadas até 19 de dezembro

O grupo José de Mello e o fundo Arcus, que controlam a maioria do capital, colocaram à venda 80% da empresa (40% cada um).
Comentários