Tecnológica brasileira investe 2 milhões de euros em centro de formação em Portugal

A WA Fenix, que atua há 30 anos no Brasil, anuncia agora abertura de escritório e de um centro de formação gratuito para profissionais da área de TI em Portugal.

A WA Fenix, especialista no fornecimento de serviços de Tecnologia da Informação no Brasil e com a operação consolidada no Canadá, acaba de anunciar a abertura de seu primeiro escritório em Portugal. A tecnológoca esclarece ainda, em comunicado, que pretende investir 2 milhões de euros no nosso país nos próximos 12 meses.

Sobre a operação em Portugal, Flavio Mentone, presidente da WA Fenix, sublinha que se trata de uma resposta à falta de profissionais de TI em Portugal o que os levou a querer fazer parte “do esforço para equilibrar essa demanda, capacitando profissionais portugueses e aproveitando a mão de obra de brasileiros altamente qualificados que desejam se mudar para Portugal”.

Os investimentos da WA Fenix em Portugal abrangem um centro de formação para capacitar a mão-de-obra local, sendo que a expectativa da empresa é preparar cerca de 100 profissionais já em 2018 para que a empresa possa contratar aproximadamente um terço dos que concluírem os cursos.

Nos últimos anos, enquanto Portugal se tornava num dos principais centros de prestação de serviços de TI para a União Europeia, cenário potenciado por investimentos feitos para desenvolver o mercado a par dos incentivos para a criação de startups e a atração de algumas gigantes do setor de TI, em simultâneo, no Brasil, muitos profissionais de TI foram se disponibilizando para prestar serviços fora de seu país, em especial em Portugal. “Eles veem Portugal como um porto seguro para a mudança de vida profissional e pessoal. Tudo no país atrai os brasileiros: o clima, o acolhimento de um povo fraterno e a facilidade de comunicação por conta do idioma”, explica o responsável.

A WA Fenix traz para Portugal todas as suas linhas de serviços, que incluem desenvolvimento de projetos, Fábrica de Software, Sustentação de Aplicações Empresariais (A.M.S), Soluções de TI (Análise Preditiva, Test Center, Gestão de Despesas de Viagem entre outras), além de oferecer serviços para os projetos dos seus clientes (Outsourcing).

A companhia atende clientes dos mais variados segmentos, entre eles gigantes mundiais dos setores de consumo, beleza, alimentos e bebidas. A WA Fenix encerrou o ano de 2017 com faturação superior a 17 milhões de euros, englobando as operações no Brasil e Canadá, estimando, para este ano, chegar os 20 milhões.

Ler mais
Recomendadas

PremiumCEO da Transavia: “Portugal é o nosso primeiro mercado”

Nathalie Stubler diz que as medidas tomadas no nosso país facilitaram a reabertura das operações.

Ministro britânico afirma que Huawei deverá reunir condições para desenvolvimento do 5G

“Tenho certeza de que o Conselho de Segurança Nacional analisará essas mesmas condições e tomará a decisão certa, para garantir que temos uma infraestrutura de telecomunicações muito forte, mas também segura”, disse este domingo Matt Hancock.

Empresas portuguesas podem pagar menos impostos em Angola

O governo angolano considera que o objetivo fundamental das alterações fiscais é “tornar ou desonerar a carga fiscal nos rendimentos mais baixos, conservar ou manter a carga fiscal dos rendimentos de escalões intermédios e introduzir progressividade nos rendimentos mais altos”.
Comentários