Tecnológica cria plataforma para medir temperatura e detetar máscara com uma câmara

Para a comercialização deste sistema, a empresa portuguesa Quantico Solutions conta com a ajuda da parceira Beltrão Coelho.

A tecnologia é da Quantico Solutions e baseia-se numa câmara termográfica que, além de ler a temperatura, também consegue identificar se uma pessoa tem máscara. Sucedem-se as propostas para evitar o contágio pelo novo coronavírus e que podem passar a fazer parte da vida dos portugueses em sociedade nos próximos tempos.

A Uniksystem já tinha mostrado um sistema biométrico para a medição de temperatura à distância, a Smart City Monitor anunciou aquele que será o semáforo-padrão que vamos ver nas praias e a Proside quer adaptar uma app sua para controlar o acesso aos areais.

Agora, há outra empresa nacional com uma solução tecnológica na linha da anunciada pela Uniksystem, com praticamente o mesmo objetivo: medição não intrusiva de temperatura. Os resultados podem servir para detectar um dos sintomas da doença causada pelo vírus SARS-CoV-19, a febre.

Esta plataforma baseia-se num ecrã e numa câmara termográfica que analisa uma pessoa e determina a temperatura. Isto é feito com recurso a infravermelhos a uma distância que vai dos 30 centímetros a 1,5 metros. Segundo a Quantico Solutions, a taxa de precisão é de 0,3 graus.

Além de medir temperaturas, a câmara consegue ainda perceber se a pessoa está a usar máscara, por reconhecimento facial: aqui, a taxa de precisão é de 99%, diz a empresa responsável pela tecnologia.

Sobre a aplicação prática desta câmara, a Quantico Solutions dá dois grandes exemplos: pode ser implementada em empresas, junto à máquina de ponto ou em locais públicos, como supermercados ou hotéis. Nestes últimos, contudo, a função de reconhecimento facial é «desativada», para «assegurar a proteção dos dados pessoais dos clientes».

Para a comercialização deste sistema, a Quantico Solutions conta com a ajuda da Beltrão Coelho, parceira do projeto.

PCGuia
Ler mais
Recomendadas

‘Caso EDP’: empresa confirma que já foi notificada pelo DCIAP para ser constituída arguida

Em comunicado, a energética portuguesa afirmou que “em linha com as notícias divulgadas na imprensa portuguesa no final do dia de ontem, a EDP foi hoje notificada pelo DCIAP de que deverá, nos próximos dias, designar um legal representante que compareça no DCIAP, a fim de ser constituída arguida”.

Nova companhia aérea de Neeleman deverá iniciar voos em 2021

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman, cuja saída da TAP foi anunciada recentemente, deverá iniciar os voos em 2021, um lançamento que foi adiado pela pandemia de Covid-19, avançou hoje a Bloomberg.

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.
Comentários