Tem animais? Saiba o que pode (ou não) incluir no IRS

Pode receber até 250€ com as despesas dos seus animais de estimação. Veja o que pode (ou não) incluir nas despesas do IRS.

Ler mais

O IVA das despesas veterinárias passou a poder ser deduzido à coleta do IRS.

Para que tal aconteça, quando for ao veterinário, deve pedir a factura com o número de identificação fiscal (NIF) e vai poder deduzir 15% do IVA suportado com estas despesas até um limite total de 250 euros, por agregado familiar, à semelhança do que já acontecia com despesas em cabeleireiros e restauração.

Que despesas estão incluídas?

Assistência e serviços veterinários; despesas em clínicas/consultórios veterinários; esterilização; serviços de hospital de clínicas veterinárias; laboratórios de análise veterinária; serviço médico veterinário; serviço de transporte de animais em ambulância e serviços de assistência, imunização e vacinação.

Que despesas não estão incluídas?

Inseminação artificial; alojamento, tosquia e outros serviços e sem cuidados de saúde; arrendamento de terreno para pastagens; atividade de controlo veterinário na produção de alimentos; serviços para animais de companhia sem cuidados de saúde.

No e-fatura pode consultar as deduções provisórias.

 

 

 

Recomendadas

Faltas para ir ao médico: como evitar ter descontos no ordenado

Faltar ao trabalho para ir ao médico é uma falta justificada, mas sem direito a remuneração. Há, no entanto, formas de evitar os cortes.

Comprar ou construir casa? Guia para decidir

Descubra, neste artigo, os prós e contras de comprar ou construir casa. Para além de explicarmos quais os procedimentos inerentes às diferentes opções, apresentamos também as soluções específicas de financiamento oferecidas pelas instituições bancárias no nosso país.

Conheça oito blogues que vão ajudar a economizar as suas refeições

Conheça oito blogs que vão ajudar a manter uma alimentação equilibrada e económica.
Comentários