Tesouro leiloa dívida de curto prazo na próxima quarta-feira

Os leilões de Bilhetes do Tesouro a três e 11 meses têm um montante indicativo global entre os 1.000 milhões e os 1.250 milhões de euros.

D.R.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP vai realizar dois leilões duplo de dívida pública de curto prazo na próxima quarta-feira. A colocação, que irá acontecer por volta das 10h30, será de Bilhetes do Tesouro (BT) a três e 11 meses, segundo anunciou esta sexta-feira em comunicado.

Os leilões de títulos com maturidades em 18 de janeiro de 2019 e 20 de setembro de 2019, têm um montante indicativo global entre os 1.000 milhões e os 1.250 milhões de euros.

A 15 de agosto, o Tesouro pagou uma taxa média ponderada de -0,432% para colocar 250 milhões de euros em dívida a três meses e de -0.291% para emitir 750 milhões de euros em papel a 11 meses.

Em termos de procura, nos BT a três meses superou a oferta 2,7 vezes enquanto  na dívida a 11 meses o rácio bid-to-cover foi de 2,5 vezes.

[Atualizada às 16h12]

Recomendadas

CTT e BCP penalizam praça lisboeta

O BCP (-2%) segue o desânimo da banca na Europa – sobretudo na bolsa de Madrid, onde as instituições bancárias recuam face a uma decisão da justiça.

PremiumEmissão de dívida em moeda chinesa avança até junho

Portugal prepara-se para colocar 377 milhões de euros em Obrigações em renminbi para alargar a base de investidores. A data exata irá depender das condições de mercado, do apetite dos investidores e das necessidades de financiamento do país.

PremiumEmília Vieira: “Ricos ficam mais ricos porque preferem ações em vez de imobiliário”

A Casa de Investimentos vai lançar o “Livro do Investimento em Valor”, em parceria com o Jornal Económico. Em entrevista, a CEO Emília Vieira explica esta aposta.
Comentários