“Trabalhar doze horas por dia, seis dias por semana é uma benção” diz fundador do grupo chinês Alibaba

Jack Ma, defendeu a extenuante cultura do trabalho extraordinário em muitas das empresas de tecnologia da China, classificando-a como uma “grande bênção” para os jovens trabalhadores.

Jack Ma,  fundador do grupo chinês Alibaba, defende que “trabalhar doze horas por dia, seis dias por semana é uma benção”. A agência “Reuters” conta que o magnata esteve em debate com os seus trabalhadores, onde falou sobre o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal e as horas extras exigidas por algumas empresas, já que o setor tecnológico desacelera após anos de crescimento vertiginoso.

O milionário defendeu a extenuante cultura do trabalho extraordinário em muitas das empresas de tecnologia da China, classificando-a como uma “grande bênção” para os jovens trabalhadores. O fundador da empresa defende o cronograma de trabalho “996” da indústria, que se refere ao dia de trabalho das 9hoo às 21h00, seis dias por semana.

“Muitas empresas e muitas pessoas não têm a oportunidade de trabalhar 996 horas. Se vocês não trabalham 996 horas quando são jovens, quando é que vão poder trabalhar 996 horas?”, questionou. Jack Ma, ex-professor de inglês, fundou o grupo Alibaba em 1999 e tornou-se uma das pessoas mais ricas da China, salientou que ele e os primeiros funcionários trabalham regularmente por longas horas.

“Até hoje, ainda me sinto um sortudo, não me arrependo [de trabalhar 12 horas por dia], nunca mudaria essa parte de mim”, frisou.

Na última quinta-feira, um artigo de opinião publicado num jornal estatal chinês argumentava que o cronograma do trabalho “996” viola a Lei do Trabalho da China, que estipula que a média de horas de trabalho não pode exceder as 40 horas por semana.

Recomendadas

Investigação ao “apagão fiscal” parada há 19 meses

“Intolerável”, diz Ana Gomes numa carta à PGR, alertando que o inquérito a transferências de 10 mil milhões “não avançou absolutamente nada”.

FinTech: das finanças pessoais à análise de risco

Produtos digitais cobrem a indústria financeira. A inteligência artifical tanto apoia no ‘backoffice’ como recomenda estratégias de investimento.

Ex-presidente da Nissan pode vir a ser detido mais uma vez esta segunda-feira

A detenção deve acontecer na próxima segunda-feira, altura em que o atual período de detenção por suspeita de ter desviado cinco milhões de dólares (cerca de 4,4 milhões de euros) termina.
Comentários