Trump diz que Arábia Saudita e Rússia deverão chegar a acordo para cortar produção de petróleo

“Espero que eles cortem a produção em 10 milhões de barris por dia, e talvez substancialmente mais, o que a acontecer será ótimo para a indústria do gás e do petróleo”, afirmou Trump num primeiro tweet, antes de acrescentar que a redução poderá chegar mesmo aos 15 milhões de barris diários. Preços disparam perto de 20%.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump eanunciou esta quinta-feira que falou com Mohammad bin Salman, o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, que revelou ter falado com o presidente russo Vladimir Putin sobre um possível acordo para um corte na produção de petróleo de entre 10 milhões  e 15 milhões de barris por dia.

“Espero que eles cortem a produção em 10 milhões de barris por dia, e talvez substancialmente mais, o que a acontecer será ótimo para a indústria do gás e do petróleo”, afirmou Trump num primeiro tweet, antes de acrescentar que a redução poderá chegar mesmo aos 15 milhões de barris diários. “Ótimas notícias para todos”, sublinhou.

Os preços do petróleo dispararam com a notícia. O barril de Brent sobe 19,32% para 29,52 dólares, enquanto o de Crude WTI ganh 22,50% para 24,88 dólares.

O impacto do novo coronavírus na economia e na procura, aliado ao fracasso da ultima cimeira da OPEP e outros países liderados pela Rússia têm penalizado as cotações do petróleo, que tocaram esta semana em mínimos de 2002.

[Atualizada às 16h29]

Relacionadas

Estados Unidos podem decidir taxar petróleo saudita

Numa medida que até agora estava reservada para os ‘inimigos económicos’ dos Estados Unidos, Trump pode colocar entraves à entrada de petróleo saudita no país. É mais uma medida para manter a economia caseira acima da linha de sobrevivência.

Sauditas querem bater recordes de produção com mais de 12 milhões de barris de petróleo por dia em abril

Quando os EUA e a Rússia esperavam que a guerra de preços liderada pela Arábia Saudita abrandasse perante as baixas cotações internacionais a que chegou o petróleo, são confrontados com o contrário. Os sauditas abrem as torneiras dos poços ao máximo e querem bater recordes de produção em abril, fazendo descer ainda mais as cotações do Brent e do WTI.
Recomendadas

CAP contesta medidas sobre pagamentos e lamenta posição do Governo

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) contestou hoje as medidas sobre os pagamentos diretos para 2022, acusando o Ministério da Agricultura de desprezar “um leal e correto procedimento de consulta”, uma vez que estas não foram discutidas.

Confederação do Comércio e Serviços aplaude as novas medidas

Em comunicado, a entidade registou ainda “como positivo que a avaliação do nível de risco se baseie no critério da taxa de vacinação da população, ultrapassando as deficiências manifestas que a chamada ‘matriz de risco’ já evidenciava”.

Ramada dispara lucros semestrais para 6,2 milhões de euros

O resultado líquido consolidado registado no primeiro semestre de 2021 no valor de 6,17 milhões, apresentou um crescimento de 143,2% face ao resultado líquido do período homólogo do ano anterior.
Comentários