Turismo e Arquitetura entre os cursos com maior taxa de desemprego

Os dados constam do portal Infocursos, disponível, a partir deste sábado, 24 de julho, que também revela a existência de 33 cursos com zero inscritos nos centros do IEFP. Neste grupo figuram 10 cursos de Enfermagem.

Arquitetura é o curso que registava maior número de desempregados em termos absolutos no segundo semestre de 2020: 70 dos 595 alunos que concluíram o mestrado integrado na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa encontravam-se registados nos centros de emprego do IEFP, revela o portal Infocursos disponibilizado este sábado, 24 de julho.

No top 5 dos mestrados integrados com mais desempregados absolutos figuram três cursos de Arquitetura. O segundo é o da  Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, que num universo de 556 diplomados regista uma média de 58,5 desempregados. Em quinto lugar está Arquitetura da Universidade do Minho, com uma média de 22,5 desempregados num universo de 212 mestres.

Os outros dois lugares do Top 5 são ocupados pelos mestrados em Medicina Dentária, da Universidade Fernando Pessoa e do Instituto Universitário de Ciências da Saúde.

Para este cálculo foram considerados os diplomados entre os anos letivos de 2015/16 e 2018/19 que se encontravam desempregados em junho 2020 ou em dezembro de 2020, calculando-se a percentagem média de desemprego registado nestes dois meses de referência.

No que respeita as licenciaturas com pior desempenho, o destaque vai para a área do Turismo e da Hotelaria. Segundo o Inforcursos 2021, nos 25 cursos com taxa de desemprego mais alta figuram 10 desta área do conhecimento.

O top 5 é liderado pela licenciatura em Gestão Turística, Cultural e Patrimonial, do Politécnico de Viseu com uma taxa de 25,4%, o que corresponde a 53 desempregados inscritos nos centros do IEFP.

Seguindo-se na lista a licenciatura em Turismo da Lusófona, a de Gestão Hoteleira do ISEC e a de Turismo da Escola Superior de Gestão e Hotelaria e Turismo da Universidade do Algarve, que num universo de 183 licenciados regista uma taxa de 20,4% de desempregados, o que corresponde a uma média de 37,5 pessoas.

A base de dados do Infocursos não diz se quem não figura nela está efetivamente empregado na sua área de formação.

O Infocursos disponibiliza dados e estatísticas sobre cursos superiores, de forma a apoiar os estudantes nas escolhas de curso no ensino superior. O portal é gerido pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, com o apoio da Direção-Geral do Ensino Superior.

Recomendadas

Como se reduz o défice de qualificações na sociedade portuguesa?

O défice de qualificações em Portugal é antigo, tem vindo a ser combatido e pode ser vencido a prazo. Uma antiga ministra do Ensino Superior e quatro responsáveis pelos destinos atuais da academia dão-nos o seu contributo com vista à solução do problema.

Líder da Fenprof: “Desde o abaixo assinado à greve, tudo está em cima da mesa”

No arranque do novo ano letivo, Mário Nogueira denunciou, esta sexta-feira, a falta de professores, alertou para a precariedade e para a falta de investimento na educação e garantiu que os professores vão à luta. Para 5 de outubro, Dia Mundial do Professor, está marcado um protesto de docentes.0

Universidade Católica no Porto torna-se parceira da Porsche e reforça ligação às empresas

A criação da sala Porsche e a integração da prestigiada marca automóvel no Clube de Empresas do MBA Executivo da Católica Porto Business School são resultado da parceria estabelecida entre as duas instituições.
Comentários