U.Porto tem a classificação média mais alta e 16 licenciaturas no Top 50

Há três cursos da U.Porto entre os cinco primeiros da primeira fase do Concurso Nacional de Acesso: Engenharia e Gestão Industrial, Bioengenharia e Medicina.

Universidade Porto

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e Instituto Superior Técnico, da Universidade de Lisboa, partilham a nota mais alta de entrada no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior deste ano: 191.3, ou 19.13 valores. São três os cursos que atingiram este desempenho: Engenharia e Gestão Industrial, da FEUP, Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física e Tecnológica, do Técnico.

Em quarto lugar surge Bioengenharia, igualmente da FEUP, com 19,10 valores. A U.Porto coloca um terceiro curso no top 5 das notas mais altas deste ano: Medicina, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), com 18,98. O sexto lugar também lhe pertence: Medicina, na Faculdade de Medicina, onde o último aluno colocado registou 18,85 valores.

A Universidade do Porto destaca-se na lista dos cursos com as mais altas notas de acesso ao ensino superior, contando com 16 licenciaturas e mestrados integrados entre os 50 cursos com as classificações mais elevadas em Portugal. A U.Porto é a instituição mais representada neste top 50, seguida pela Universidade de Lisboa, que coloca 13 cursos.

A Universidade, de que é Reitor António de Sousa Pereira, destaca-se ainda por registar a nota média de acesso mais alta – 16,76 valores é a classificação média de entrada nos seus 52 cursos. Só a Universidade Nova de Lisboa se aproxima deste número, com uma nota média de 16,32 valores.

“Estes resultados não serão alheios ao facto de a Universidade do Porto ter novamente a maior taxa de procura do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, atraindo 1,83 candidatos em primeira opção por cada uma das suas 4.691 vagas”, congratula-se a U.Porto, em comunicado.

A Universidade destaca ainda que, no total, 8.572 candidatos selecionaram um dos 52 cursos como primeira opção, o que significa que “poderia preencher quase o dobro das suas vagas apenas com estes candidatos”.

Ler mais
Recomendadas

Governo determina “encerramento compulsivo” do ISLA de Leiria

Segundo despacho publicado em Diário da República, a instituição encerra no final do ano letivo de 2021-2022, de modo a possibilitar aos estudantes atualmente inscritos a conclusão dos respetivos ciclos de estudo.

PremiumCristina Vaz de Almeida: “Portugal precisa de mais especialistas de literacia em saúde”

ISPA lança programa para mudar comportamentos e melhorar resultados. Coordenado por Carlos Lopes e Cristina Vaz de Almeida, está previsto arrancar a 21 de novembro. Inscrições já abriram.

Programa Carnegie Mellon Portugal lança 12 bolsas para doutoramentos em TIC

As candidaturas decorrem até final de dezembro em sete áreas: Robótica, Interação Pessoa-Máquina, Informática, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia de Software, Engenharia de Políticas Públicas e Tecnologias de Língua Falada.
Comentários