Um em cada três postos da Auchan estão fechados

O grupo Auchan conta com 29 postos de abastecimento de combustível em Portugal. Fonte da retalhista disse à Lusa que está previsto que os 30% de postos encerrados reabram “até final do dia”.

A Auchan tem 30% dos postos de combustível “fechados”, mas está previsto que reabram “até final do dia”, disse esta segunda-feira fonte oficial da cadeia de retalho à Lusa.

Os postos que estão encerrados, de acordo com a mesma fonte, fazem parte da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), adiantou a mesma fonte.

O grupo Auchan conta com 29 postos de abastecimento de combustível em Portugal.

Os motoristas cumprem hoje o primeiro dia de uma greve marcada por tempo indeterminado e com o objetivo de reivindicar junto da associação patronal Antram o cumprimento do acordo assinado em maio, que prevê uma progressão salarial.

A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), tendo-se também associado à paralisação o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos do Norte (STRUN).

O Governo decretou serviços mínimos entre 50% e 100% e declarou crise energética, que implica “medidas excecionais” para minimizar os efeitos da paralisação e garantir o abastecimento de serviços essenciais como forças de segurança e emergência médica.

Portugal está, desde sábado e até às 23:59 de 21 de agosto, em situação de crise energética, decretada pelo Governo devido a esta paralisação, o que permitiu a constituição da REPA, com 54 postos prioritários e 320 de acesso público.

Ler mais
Recomendadas

“O sol nasceu duas vezes”. De Londres a Sidney são 19 horas e 16 minutos de distância

O recente Boeing 787-9 Dreamliner, apelidado de ‘Longreach’ devido ao propósito das viagens, levantou voo do Reino Unido na manhã desta quinta-feira e aterrou em Sidney à hora de almoço de sexta.

Porto de Sines: ministro das Infraestruturas foi avaliar futuros investimentos

Só no terminal XXI, de contentores, está previsto um investimento superior a 660 milhões de euros, da responsabilidade do operador privado, a PSA, de Singapura.

Carga fiscal faz com que lucros da REN caiam 5% situando-se nos 86,3 milhões de euros

O EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) foi de 368 milhões, o que representa uma queda de 2,7% face ao período homólogo, segundo a REN.
Comentários