Um terço das PME aderiu à faturação eletrónica há menos de um ano, indica estudo

Quanto às empresas que utilizam software de faturação eletrónica há pelo menos cinco anos, a razão indicada foi essencialmente a eficiência administrativa (66%), revelou a tecnológica bracarense YET – Your Electronic Tansactions.

A maioria das pequenas e médias empresas (PME) portuguesas (73%) dispõe de software para comunicar as faturas, mas um terço das mesmas aderiu à faturação eletrónica há um ano ou menos, segundo um estudo de mercado divulgado esta terça-feira.

O inquérito realizado pela empresa de software bracarense YET – Your Electronic Tansactions concluiu que, desse número, 29% das organizações admitiu que um dos principais motivos para ter aderido à faturação eletrónica teve que ver com a obrigação nos contratos públicos (47%), porque até ao final de junho, todas as PME que fornecem serviços para o Estado têm de utilizar um software para envio de faturas digitais. O mesmo se aplica às microempresas, cujo prazo foi alargado até ao final de 2021.

Quanto às empresas que utilizam software de faturação eletrónica há pelo menos cinco anos, a razão indicada foi essencialmente a eficiência administrativa (66%).

Na generalidade, as PME nacionais estão preparadas para este empurrão na digitalização. Aliás, a grande maioria dos inquiridos (86%) considera importante utilizar programas tecnológicos por poupar tempo no envio das faturas (67%) e nos recursos humanos (43%), bem como reduzir o impacto ambiental (65%).

“Apesar de a grande maioria dos países europeus já ter tornado obrigatória a utilização de programas de faturação eletrónica entre as organizações – e sobretudo na comunicação com os Estados – em Portugal, o uso deste tipo de software só no ano passado é que se tornou mandatório, de forma parcial”, aponta o estudo “Impacto da digitalização na área financeira: faturação eletrónica”, divulgado FES Agency.

Recomendadas

Maioria das empresas acredita que PRR não terá impacto na sua atividade

Segundo um estudo do ISCTE, “apenas 14% [das empresas] consideram que poderá ter algum significado”.

Casino Lisboa fechado temporariamente devido ao travão ao desconfinamento na capital

O grupo Estoril Sol definiu ainda um novo horário para o Casino Estoril, que está agora aberto a partir das 13h00 e encerra às 01h00.

Tik Tok cobra até dois milhões por dia por destaques publicitários

O preço total aumentou em grande parte devido à crescente base de clientes da rede social. Só nos EUA a aplicação tinha mais de 100 milhões de utilizadores ativos por mês em agosto.
Comentários