Uma cidadã do mundo sob o signo de Putin

Dizer que a realidade supera a ficção torna-se um eufemismo perante investigações jornalísticas como aquela que o Jornal Económico divulga nesta edição.

Dizer que a realidade supera a ficção torna-se um eufemismo perante investigações jornalísticas como aquela que o Jornal Económico divulga nesta edição. Além do valor noticioso das revelações acerca da verdadeira dimensão do império empresarial de Isabel dos Santos, espalhado por vários países de diversos continentes, lê-se como um romance de John Le Carré – até porque os enredos do escritor inglês são, não raras vezes, decalcados de histórias reais – o modo como a filha primogénita do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos se converteu na cidadã russa Isabel Dosovna Kukaeva, tirando proveito da nacionalidade da mãe tanto quanto as autoridades de Luanda a acusam de ter aproveitado o poder do pai.

Aquilo que JoãoPalma-Ferreira relata aos leitores do Jornal Económico, com base em diversas fontes e dados, é o percurso de uma verdadeira cidadã do Mundo, tão pronta a ser a “princesa” que lhe chamavam em Luanda quando havia razoável certeza de que não havia ouvidos inconvenientes por perto como a tonar-se uma aspirante a oligarca que conta com o beneplácito do presidente russo Vladimir Putin e daqueles que são próximos de um dos homens mais poderosos dos tempos modernos.

Está por apurar o que o destino reservará à empresária que nasceu em Baku há 46 anos e se vê envolvida em negócios que tão depressa passam por oleodutos noCurdistão quanto em bilhética na Rússia. Ninguém duvidará, contudo, que Isabel Dosovna Kukaeva é o tipo de mulher que tudo fará para escrever a sua própria história.

Recomendadas

A tragédia dos reguladores dependentes

O Governo chumbou a proposta de subida das taxas de supervisão apresentada pela CMVM, deixando a entidade reguladora do mercado de capitais numa situação difícil, tal como poder ler na página 15 desta edição do JE.

Património cultural, valores partilhados

“Património Cultural – Realidade Viva” constitui uma reflexão sobre um tema candente no tempo atual.

O futebol

O futebol é uma grande indústria portuguesa.
Comentários