PremiumUnicórnio brasileiro Vtex vai abrir escritório em Lisboa

A equipa em Portugal terá a cargo o módulo “Catálogo”, um dos primeiros a ser desenvolvidos pela tecnológica, tido como o coração do comércio eletrónico.

No início do segundo semestre, a capital portuguesa vai receber mais um unicórnio, que segue o exemplo de empresas internacionais avaliadas em mais de mil milhões, como a francesa Solutions 30 ou a alemã Xing, que assentaram arraiais em Portugal. A brasileira Vtex, que desenvolve tecnologia para comércio eletrónico (e-commerce), está a expandir o negócio na Europa, o que implica investir num espaço no centro de Lisboa – o valor não foi revelado – e contratar mais de uma dezena de pessoas, avançou ao Jornal Económico (JE) um executivo da empresa de São Paulo.

“Esta nova operação é crucial. É um dos países mais seguros do mundo, com uma boa qualidade de vida e clima, além da cultura semelhante ao Brasil. A construção de novos polos de tecnologia torna-se muito importante face ao nosso crescimento acelerado”, diz Bruno Dias, diretor de operações e responsável de produto e engenharia da Vtex na Europa.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Relatório final da Comissão de Inquérito ao Novo Banco aprovado com votos contra do PS e abstenção do CDS

O relatório final da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco imputadas ao Fundo de Resolução foi aprovado com os votos contra do PS e com a abstenção do CDS.

Relatório final da CPI ao Novo Banco com votos contra do PS e sem relator que renunciou

O PS vota contra o relatório final da CPI ao Novo Banco devido às conclusões sobre a venda de 2017 que foram introduzidas na votação da especialidade. Mais de 100 propostas de alteração foram aprovadas. Fernando Anastácio renunciou às condições de relator.

Perdas do Novo Banco imputadas ao Fundo de Resolução. Veja a discussão e votação do relatório final da CPI

A Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução procede hoje à discussão e votação do relatório final. Veja em direto.
Comentários