Vacina gera vendas de 83,04 milhões de euros à Johnson & Johnson

Só o negócio farmacêutico gerou 12,19 mil milhões de dólares (10,12 mil milhões de euros) em receita para a empresa, o que representa um aumento de 9,6% face ao primeiro trimestre do ano anterior. Além da vacina contra a Covid-19, este valor foi impulsionado pela venda do medicamento Darzalex e Stelara, que servem para o tratamento da doença de Crohn.

Getty Images

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson gerou 100 milhões de dólares (83,04 milhões de euros) em vendas durante o primeiro trimestre, indicou a J&J em comunicado esta terça-feira, 20 de abril.

A empresa, que utilizou a sua subsidiária Janssen Pharmaceuticals para a produção da vacina, está à espera de que os reguladores norte-americanos voltem a autorizar a administração da vacina de dose única, seguindo o exemplo da Agência Europeia do Medicamento.

Os resultados financeiros relativos ao primeiro trimestre superaram as expectativas de Wall Street. Enquanto os analistas previam ganhos de 2,34 dólares por ação, a J&J assumiu ganhos de 2,59 dólares. O grupo apresentou 22,32 mil milhões de dólares (18,54 mil milhões de euros) em receitas, enquanto os analistas previam ganhos de 21,98 mil milhões de dólares (18,25 mil milhões de euros).

De acordo com os resultados, só o negócio farmacêutico gerou 12,19 mil milhões de dólares (10,12 mil milhões de euros) em receita para a empresa, o que representa um aumento de 9,6% face ao primeiro trimestre do ano anterior. Além da vacina contra a Covid-19, este valor foi impulsionado pela venda do medicamento Darzalex e Stelara, que servem para o tratamento da doença de Crohn.

A unidade de dispositivos médicos da empresa gerou 6,57 mil milhões de dólares (5,46 mil milhões de euros), representando um aumento de 7,9% em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2020, esta foi uma das unidades mais atingida pela pandemia, uma vez que a rápida propagação do vírus obrigou vários hospitais a adiarem cirurgias.

Em sentido contrário, o segmento de consumo, responsável pela produção dos produtos da Neutrogena e Listerine, gerou 3,5 mil milhões de dólares (2,90 mil milhões de euros) em receita, apresentando uma quebra de 2,3% em relação ao ano anterior. Os executivos explicaram que esta quebra na receita se deve a uma “comparação desfavorável” dado a situação pandémica no mundo, o que levou as pessoas a armazenar produtos.

Com as três unidades de negócio a apresentar resultados favoráveis, apesar da quebra do segmento de consumo, a J&J estima apresentar lucro no final do ano. Para o total de 2021, a empresa espera um lucro entre os 9,42 dólares e os 9,57 dólares por ação, enquanto anteriormente a previsão de lucro se tinha fixado entre os 9,40 dólares e os 9,60 dólares por ação.

Relativamente a receitas, a empresa espera situar-se entre os 90,6 mil milhões e os 91,6 mil milhões de dólares (75,25 mil milhões e os 76,08 mil milhões de euros), o que compara com a previsão entre 90,5 mil milhões de 91,7 mil milhões de dólares (75,24 mil milhões e 76,24 mil milhões de euros).

Ler mais
Relacionadas

Regulador europeu reconhece ligação entre vacina da Johnson & Johnson e formação de coágulos sanguíneos

A Agência Europeia do Medicamento concluiu que há uma possível relação entre a formação de coágulos sanguíneos e a administração da vacina da Janssen. Ainda assim, o regulador frisa que os benefícios são superiores aos riscos e que os casos reportados são “muito raros”.

Vacina da J&J deve ser retomada com “restrições” nos Estados Unidos, anuncia Fauci

A decisão dos especialistas americanos sobre a retoma da vacina deverá ser conhecida até sexta-feira.

PremiumVacinação completa em Portugal chega aos 6% da população

Suspensão da vacina da Johnson não irá ajudar a diminuir o atraso da vacinação na Europa em relação a outras economias ocidentais.

Vacinas da Johnson & Johnson já estão em Portugal

No total, são 31.200 doses que já se encontram em território nacional. Até ao final de 2021, Portugal deverá receber cerca de 4,5 milhões de doses desta vacina.
Recomendadas

Amazon em negociações para comprar estúdios da MGM por 9 mil milhões de dólares

MGM (acrónimo de Metro-Goldwyn-Mayer Inc.) é um dos estúdios mais famosos de Hollywood, reconhecido pelo logótipo do leão, responsável pelas produções dos icónicos “E Tudo o Vento Levou” (1939), “Feiticeiro de Oz” (1939), “Ben-Hur” (1959) ou “2001 – Odisseia no Espaço” (1968).

Praias. 10 razões pelas quais utentes e concessionárias podem sofrer coimas que vão dos 50 aos mil euros

Desde a violação da obrigação de uso de máscara no acesso à praia, até à violação das regras de cirulação ou o incumprimento do distanciamento social, são algumas das razões para as coimas. As regras para o verão português de 2021 entram em vigor a partir de amanhã, 19 de maio.

Groundforce avisa que pagamento dos salários de maio está em risco com pedido de insolvência pela TAP

O acionista maioritário alerta que o pedido de insolvência também “vai dificultar a operação de venda que se encontra em curso com diversos players internacionais do setor”. Pedro Nuno Santos é ouvido hoje no Parlamento sobre a situação na empresa com 2.400 trabalhadores.
Comentários