Vegetarianos e vegans, há uma aplicação que dá descontos em restaurantes e produtos amigos do ambiente

A Veond foi criada por Flor Oliveira e Alex Santos e pretende escalar os estilos de vida saudável. Atualmente, tem cerca de 300 restaurantes no país, mas deverá chegar a Londres já em janeiro. “Portugal foi um teste para ver o que conseguíamos, porque tem pouca dimensão e é bom para aprendermos”, afirmou a empreendedora ao Jornal Económico.

Há uma nova aplicação criada por portugueses destinada a “consumidores conscientes e ambientalmente responsáveis”. A Veond – disponível na Apple Store – foi desenvolvida pelos empreendedores Flor Oliveira e Alex Santos para ser um agregador de restaurantes vegan e experiências e produtos amigos do ambiente (eco-friendly) em Portugal.

A app de ADN nacional, gratuita e funcional em sistemas operativos iOS desde junho, reúne locais e descontos a pensar neste segmento da população. O objetivo dos fundadores é, com as ofertas promocionais e informação, agilizar a adesão das pessoas a este modo de vida e torná-lo financeiramente menos pesado aos bolsos dos portugueses.

Ao Jornal Económico, Flor Oliveira explica que a empresa está em fase de negociação com investidores do Chipre e do Reino Unido, que conheceu na Web Summit, para poder escalar para mais cidades europeias. A Veond precisa de, pelo menos, 500 mil euros. “Estamos a trabalhar para disponibilizar a aplicação em Android, mas ainda não temos uma data concreta. Portugal foi um teste para ver o que conseguíamos, porque tem pouca dimensão e é bom para aprendermos”, afirmou.

A startup nasceu da pergunta “Vê onde se pode encontrar…?” e, desde então, começou a agregar presentes éticos, sustentáveis e amigos dos animais, workshops, retiros ou produtos livres de químicos numa plataforma online. Atualmente, a Veond conta com cerca de 300 restaurantes de norte a sul do país, e deverá chegar a Londres já no próximo mês de janeiro. Para se financiar, a empresa ganha comissões por cada venda que os restaurantes e lojas fizerem.

Os utilizadores da app podem encontrar um menu de sushi vegan por 29,99 euros (com os 40% de desconto incluídos), um menu de degustação de comida vegan e tipicamente portuguesa (por 25 euros, com 30% de desconto) ou um buffet all you can eat (comida à discrição) por 12 euros (com 50% de desconto).

Já nas experiências há, por exemplo: consultas de nutrição e fitness a 72 euros (com 15% de desconto); um workshop para aprender a fazer pastéis de nata vegan (a 33 euros, com 10% de desconto) ou uma breve formação de maquilhagem com produtos naturais (a 49,50 euros, com desconto de 10%).

“O movimento vegan e vegetariano já não está sozinho no canto da mesa, e o nosso objetivo ao criarmos a Veond é facilitar, não só a divulgação destes restaurantes, marcas e produtos, mas também desmistificar e atrair cada vez mais pessoas para o green side of the force”, referem os jovens empresários que vivem no Reino Unido e ambicionam regressar a Portugal.

Ler mais
Recomendadas

Consórcio de espanhóis ganha empreitada para linha férrea entre Évora e Freixo

Empreitada foi consignada hoje, dia 21 de janeiro, pela IP, à Comsa e à Constructora San José. Vale 46,6 milhões de euros e respeita à construção de 20,5 quilómetros de linha ferroviária nova para ligação a Espanha.

Banco Santander lidera Índice de Igualdade de Género da Bloomberg 2020

Para a elaboração do índice foram avaliadas 6.000 empresas de 84 países, tendo-se incluído no final 322 empresas.

BCP integra Bloomberg Gender-Equality Index pela primeira vez

A par da valorização das competências genéricas e específicas, “o Millennium bcp identifica de forma justa, e exclusivamente com base no mérito, os colaboradores com potencial e talento para virem a assumir funções de responsabilidade e complexidade acrescidas”, diz o banco.
Comentários