PremiumVenda do BNI Europa retomada

Processo de venda do BNI Europa ainda está numa fase inicial, mas já há interessados que sondaram o acionista angolano.

O processo de venda do BNI Europa foi retomado depois de o grupo chinês KWG ter desistido de comprar a maioria do capital da instituição financeira liderada por Pedro Pinto Coelho.

Segundo apurou o Jornal Económico (JE) junto de fonte próxima ao processo, já surgiram avanços de potenciais interessados, que sondaram o banco angolano BNI, que detém o BNI Europa. No entanto, o processo de venda do BNI Europa, ainda se encontra numa fase inicial.

O JE sabe que o acionista angolano – o BNI de Mário Palhares – mantém a intenção de venda do BNI Europa. A administração do angolano BNI diz ao Jornal Económico que existem “vários interessados na aquisição do BNI Europa” e que “aguardamos que nos sejam entregues as propostas”.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

DBRS alerta: Impasse político em Portugal cria incerteza no capital do Novo Banco

“Esta notícia foi inesperada e representa desafios para o Novo Banco, pois cria incerteza para o capital do banco e o plano de redução de riscos em andamento, além de aumentar o potencial de litígio”, refere a agência de rating.

Costa assegura a Lagarde “escrupuloso cumprimento” do acordo com o Novo Banco

De acordo com um tweet publicado pelo primeiro-ministro esta quinta-feira, António Costa assegura ter garantido à presidente do BCE “o escrupuloso cumprimento dos compromissos assumidos no quadro da venda do Novo Banco.

BdP prolonga consulta pública sobre Código de Atividade Bancária até 18 de dezembro

O supervisor recebeu solicitações no sentido de ser prolongado o prazo da consulta do anteprojeto do Código de Atividade Bancária. Inicialmente previsto até 4 de dezembro, os interessados têm agora até ao 18 de dezembro para enviarem os seus contributos.
Comentários