Vendas de automóveis ligeiros cresce 8,4% em 2018. ‘Elétricos’ em destaque

Os carros a diesel e a gasolina continuam a dominar o mercado. Mas os elétricos começam a ganhar terreno com as vendas de 2018 a serem superiores às vendas entre 2010 e 2016. Renault, Peugeot e Fiat entre as marcas mais vendidas em Portugal.

Segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), a que o Jornal Económico teve acesso, durante o mês de agosto foram vendidos 15.360 automóveis ligeiros em Portugal, o que representa um crescimento de 28,7% face ao mês homólogo. No acumulado do ano, até 31 de agosto de 2018, foram vendidas 169.906 viaturas ligeiras, um acréscimo de 8,4% face a igual período de 2017.

Diesel têm preferência mas elétricos crescem

O mercado dos ligeiros continua a ser maioritariamente composto pelos carros a diesel e a gasolina que, em conjunto, representam 93% dos carros vendidos entre janeiro e agosto de 2018. Segundo a ACAP, nos primeiros oito meses do ano, foram vendidos 68.921 carros ligeiros a gasolina e 89.875 ligeiros a diesel. Se no primeiro caso, o número de vendas de carros a gasolina aumentou 26,5% em termos homólogos, já o número de vendas de carros a gasóleo retraiu 6,3%, em igual período.

Os carros ligeiros híbridos, plug-in e elétricos representaram 5,7% do total das vendas no acumulado de 2018 até 31 de agosto, com 9.757 carros vendidos. Entre estes, destaque para a ‘performance’ dos elétricos, com 2.451 vendas entre janeiro e agosto, o que representa um crescimento de 145,8% em termos homólogos. Os plug-in pure hybrid electric vehicle (PHEV) também registaram um desempenho positivo nos primeiros oito meses do ano, com um crescimento de 78%, totalizando 2.333 unidades vendidas.

De resto, já foram vendidos mais carros elétricos em 2018 do que entre 2010 e 2016 – 2.451 contra 2.053. Também, no decurso deste ano, já foram vendidos mais carros elétricos em oito meses do que no ano todo de 2017 (1.640 unidades vendidas).

Que marcas preferem os portugueses?

Nos ligeiros, os portugueses preferem as marcas Renault, Peugeot, Fiat, Mercedes-Benz e Nissan. Em conjunto, entre janeiro e agosto deste ano, estas cinco marcas têm 50% da quota de mercado, com 85.053 unidades vendidas. Neste período, surge a Renault destacada com 25.026 unidades vendidas, bem acima da segunda posição, ocupada pela francesa Peugeot, com 16.502 viaturas vendidas.

Entre os cinco modelos mais vendidos, a Renault aparece com três carros, Clio, Captur e Megane, com as primeira, terceira e quarta posições, respetivamente. Em segundo lugar surge o Peugeot 208 e, a fechar o Top 5, surge o Nissan Qashqai.

Recomendadas

Levantamento de restrições e valorização da libra indicam recuperação do turismo britânico em Portugal

A fintech Ebury, especializada em pagamentos internacionais, diz que, tendo em conta a preferência dos portugueses por destinos de praia, os destinos mais vantajosos em termos cambiais são o Dubai (Emirados Árabes Unidos), as Caraíbas e Zanzibar, na Tanzânia.

Região do Alentejo espera aumentar produção de vinho até 10% este ano

Segundo as previsões da Universidade do Porto, a região vitivinícola do Alentejo estima aumentar a produção para 120 milhões de litros de vinho, contra os 113 milhões de litros produzidos no ano passado, o que já representou uma subida de 15% face a 2019.

Associações deixam comissão sobre estratégia dos cereais e culpam Governo

Em causa está a “evidente falta de compromisso” do Ministério da Agricultura em aplicar esta estratégia, sobretudo, após ter remetido às confederações um documento relativo às decisões sobre os pagamentos diretos 2022 da Política Agrícola Comum (PAC).
Comentários