Vírus semelhante ao que causa a Covid-19 chegou a Wuhan em 2013

As amostras eram de uma mina de cobre infestada por morcego que estava a ser investigada depois de seis homens, que se encontravam a realizar a limpeza de excrementos do mamífero, contraírem uma pneumonia.

Há sete anos, uma amostra biológica de um vírus semelhante à Covid-19 chegou ao Instituto de Virologia de Wuhan, revela o jornal britânico “Sunday Times“.

Em 2013, foram enviadas algumas amostras para o laboratório, localizado no epicentro chinês do novo coronavírus, a partir da província de Yunan. As amostras em questão eram de uma mina de cobre infestada por morcego que estava a ser investigada depois de seis homens, que se encontravam a realizar a limpeza de excrementos do mamífero, contraírem pneumonia.

A publicação do Reino Unido revela que três dos seis trabalhadores morreram e que a causa de morte mais provável foi o coronavírus transmitido por morcegos, um modo muito semelhante do que se estima ter sido a transmissão de Covid-19 em dezembro de 2019 e que colocou o mundo em confinamento em 2020.

Shi Zhengli, especialista em vírus SARS com origem em morcegos, estudou a mina onde os seis homens contraíram a pneumonia e descreveu num estudo, em fevereiro de 2020, que havia 96,2% de semelhança entre o SARS-CoV-2 e o RaTG13, as amostras de 2013. Ou seja, estima-me que o novo coronavírus seja “quase certamente” o mesmo vírus encontrado na mina em 2013.

Apesar das diferenças, o jornal aponta que as amostram representam décadas de evolução. Em maio, após especulações de que Wuhan teria libertado propositadamente o vírus, o diretor do Instituto de Virologia da região afirmou que não existia nenhuma cópia do vírus RaTG13, não existindo possibilidades do vírus ter sido libertado para o ambiente e se propagado.

Recomendadas

Covid-19: Apoio será pago a quem esteve em ‘lay-off’ mais de 30 dias

Os trabalhadores que estiveram em ‘lay-off’ por mais de 30 dias consecutivos, mas sem completar um mês civil, também vão receber o complemento de estabilização.

Covid-19: Angola regista novo numero recorde de infetados

Angola voltou a registar um número recorde de infeções por Covid-19, com 88 casos nas últimas 24 horas, elevando o total desde 21 de março para 1.483, e mais dois mortos.

Ministra da Agricultura defende aposta na inovação e na criação de valor no setor

Maria do Céu Antunes visitou as instalações, uma das mais importantes cooperativas do setor leiteiro nacional, cuja produção anual equivale a cerca de 708 milhões de euros, cerca de 9% da produção agrícola do país.
Comentários