Premium“Volume de transações atingiu um bilião de dólares em 2018”

Yoni Assia, co-fundador e CEO da eToro, criou uma rede social para investidores sem experiência investirem em ativos líquidos. “Os corretores não gostam de nós”, frisa.

Em 2018, o volume de transações na eToro foi 40 vezes superior ao da Euronext Lisbon, a bolsa de Lisboa.

A comparação é aproximada – desconta o efeito da inflação e tem por referência a taxa de câmbio dólar/euro de 13 de novembro –, mas demonstra o potencial desta fintech israelita que utilizou a tecnologia para se expandir globalmente e concorrer com os corretores tradicionais. “Não gostam de nós”, revelou Yoni Assia, co-fundador e CEO da eToro, ao Jornal Económico, durante a Web Summit, que se realizou na semana passada.

Yoni Assia disse que “no ano passado o volume de transações foi de cerca de um bilião de dólares”, um número bem acima dos 22,5 mil milhões de euros transacionados na Euronext Lisbon.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Premium“Na Madeira constrói-se bem”

O diretor comecial e de marketing da Hydro Portugal aponta a necessidade de a Madeira investir na criação de unidades hoteleiras certificadas.

PremiumPresidente da Asaval: “Não é possível uma plataforma substituir um avaliador”

Dirigente afirma que “pode existir alguma tentação” dos cidadãos em recorrer a estas tecnologias para pouparem custos e ter resultados imediatos. “Conhecimento técnico de um perito não é substituível”.

PremiumMiguel Abecasis: “Negócios adjacentes à consultoria tradicional atraem talento”

O sócio gerente da BCG em Lisboa afirma que, nesta área de atividade, as melhores decisões e os maiores erros têm sempre que ver com pessoas.
Comentários