Wall Street encerra mista apesar de melhorias apresentadas pela Fed

No fecho da sessão, o S&P 500 desceu -0,43%, para 3.386,56 pontos, o tecnológico Nasdaq desvalorizou -1,25% para 11.050,47 pontos, e o industrial Dow Jones cresceu 0,13%, para 28.032,38 pontos.

Reuters

A bolsa de Nova Iorque encerrou a sessão, desta quarta-feira, 16 de setembro, em território misto, depois de ontem as tecnológicas terem fechado com sinal positivo, embora pouco expressivo.

No fecho da sessão, a industrial foi a única que apresentou um crescimento. O S&P 500 desceu -0,43%, para 3.386,56 pontos, o tecnológico Nasdaq desvalorizou -1,25% para 11.050,47 pontos, e o industrial Dow Jones cresceu 0,13%, para 28.032,38 pontos.

Os índices da bolsa refletiram o anúncio da Reserva Federal relativos à manutenção dos juros, demonstrando que o cenário se pode manter até 2023. Ainda assim, a Fed melhorou a projeção relativamente ao PIB, apontando uma queda de 3,7%, quando em junho estimava uma contração de 6,5%. Também a taxa de desemprego mostrou melhorias, devendo fixar-se em 7,6% em vez dos 9,3% apontados anteriormente.

Após a apresentação dos novos produtos da Apple, que se realizaram após o fecho da bolsa de Nova Iorque, a tecnológica desce -3,02% para 112,05 dólares. Também a Tesla desvaloriza -1,78% para 441,76 dólares, o Facebook segue o mesmo caminho, descendo -3,29% para 263,46 dólares. A empresa fundada por Bill Gates, Microsoft, desvaloriza -1,83% para 204,96 dólares e a Amazon decresce -2,50% para 3.077,14 dólares.

A Snowflake, startup de armazenamento de conteúdos na cloud, valoriza 111,6% para 253,93 dólares. De acordo com a imprensa internacional, esta valorização inesperada deve-se à Oferta Pública Inicial (IPO), onde a empresa arrecadou 3,4 mil milhões de dólares, atraindo ainda a atenção de Warren Buffett.

A Boeing sobe 2,43% na bolsa nova-iorquina para 167,46 dólares, apesar da fabricante de aeronaves ter escondido as falhas do modelo 737 Max, segundo o novo relatório divulgado esta quarta-feira. Também a Chevron valoriza 2,89% para 78,56 dólares.

Em relação ao preço do ‘ouro negro’, o valor do petróleo WTI, produzido no Texas, valoriza 5,12% para 40,24 dólares, também com o Brent em terreno positivo, ganhando 4,39% para 42,31 dólares. O ouro valoriza 0,05% para 1.967,10 dólares, enquanto o gás natural desvaloriza -4,87% para 2.247 dólares.

Ler mais

Recomendadas

BCE estuda revisão do programa de compra de ativos de emergência

Dois membros do Conselho de Governadores adiantaram ao Financial Times que o banco central irá debater na próxima reunião a duração do PEPP e se os critérios de flexibilidade deverão ser estendidos aos outros programas de compra de ativos.

Bolsa de Lisboa em queda pressionada pelo BCP e Galp

Do lado dos ganhos, a Corticeira Amorim lidera com uma subida de 1,63% para 11,20 euros, seguidos pela EDP que ganha 0,59% para 4,24 euros.
joão_leão_tomada_posse_1

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

Na semana em que será conhecido o défice orçamental do primeiro semestre, o Plano de Recuperação e Resiliência vai também estar em destaque, com audiências do primeiro-ministro aos partidos e ao Conselho Económico e Social sobre o tema, antes do debate no Parlamento. A centrar atenções estarão os dados da execução orçamental de agosto, mas também à votação da constituição da Comissão de Inquérito ao Novo Banco.
Comentários