Wall Street prolonga perdas e crude cai mais de 5%

O selloff sentiu-se principalmente nos setores tecnológicos e sinalizou a preocupação com que os investidores encaram as tensões entre os EUA e a China, temendo que poderão contribuir para o arrefecimento da economia mundial.

Reuters

Dia negro nas bolsas norte-americanas e na cotação do petróleo. Os três principais índices da bolsa de Nova Iorque não inverteram a tendência negativa que já se tinha verificado na véspera, com o sentimento dos investidores a ser penalizado pela subida das tensões entre os Estados Unidos e a China.

Esta quinta-feira, o S&P 500 perdeu 1,19%, para 2.822,24 pontos; o tecnológico Nasdaq caiu 1,52% para 7.307,93 pontos; e o industrial Dow Jones desvalorizou 1,11%, para 25.490,47 pontos.

selloff sentiu-se principalmente nos setores tecnológicos e sinalizou a preocupação com que os investidores encaram as tensões entre os EUA e a China, temendo que poderão contribuir para o arrefecimento da economia mundial.

No epicentro das tensões está a Huawei, a tecnológica chinesa que é uma das maiores empresas em 5G, depois de administração de Donald Trump a ter colocado na ‘lista negra’, impedindo a empresa chinesa de ter relações comerciais com parceiras tecnológicas.

Nas matérias-primas, o preço do petróleo está em ‘queda livre’, depois de os EUA terem divulgado as reservas de petróleo. Na semanada passada, o stock do crude atingiu o valor mais elevado desde 2017, fixado em 4,7 milhões e barris, contrariamente ao esperado pelos analistas.

O barril de Brent está nos 67 96 dólares, depois de perder 4,27% enquanto o West Texas Intermediate, nos Estados Unidos, está nos 58,20 dólares, depois de perder 5,24%.

 

Ler mais
Relacionadas

‘Guerra fria’ tecnológica penaliza Wall Street

As tensões comerciais entre os EUA e a China estão a penalizar o sentimento dos investidores em Nova Iorque. No epicentro da ‘guerra fria’ estão as tecnológicas chinesas Huawei e Hikvision, que poderão ambas integrar a ‘lista-negra’ da administração Trump. Setores tecnológico e de semi-condutores estão fortemente penalizados.
Recomendadas

Ações do Benfica atingem novo máximo com proposta do Atlético Madrid por João Félix

As ações do clube da Luz atingiram os 3,17 euros, tendo registado uma subida de 4,6% desde que os encarnados informaram a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários de que estão analisar uma proposta sobre o jogador.

PSI-20 mantém-se no ‘verde’ impulsionado pela Altri e Sonae Capital

O principal índice da bolsa de Lisboa abriu a sessão desta quinta-feira com uma subida de 0,19% para 5.087,94 pontos, seguindo a tendência das congéneres europeias

2018: o ano em que o ‘crowdfunding’ chegou ao mercado nacional

O ano passado marcou a ‘estreia’ das plataformas de financiamento colaborativo em Portugal, CMVM a receber sete pedidos de registo. Mas, na Europa, as ambições passam por desenhar um quadro regulatório para impulsionar o ‘crowdfunding’. A Comissão Europeia já entregou proposta ao Parlamento.
Comentários