‘Wasteapp’: a nova aplicação portuguesa que lhe diz onde pôr o lixo

A aplicação quer ajudar os portugueses a separar o lixo e a colocá-lo nos contentores certos.

Há uma nova aplicação portuguesa gratuita na Apple Store e no Google Play. Desenvolvida pela Quercus, em parceria com a Fundação Vodafone Portugal, a Wasteapp quer ajudar os portugueses a reciclar e informá-los da localização dos ecopontos mais próximos.

Na aplicação, encontra também itens de ajuda prática sobre a separação de resíduos. Dos artigos que não deve colocar nos ecopontos, como as palhinhas e os talheres de plástico, à localização dos contentores para diferentes tipologias de resíduos, desde os electrodomésticos avariados às pilhas usadas.

“O lançamento desta nova ferramenta reflete o esforço da Quercus em melhorar os níveis de reciclagem em Portugal através da disponibilização de informação e da ajuda prática (…) os portugueses querem reciclar mas não sabem como fazê-lo.”, partilha Carmen Lima, coordenadora para os Resíduos da Quercus.

A aplicação é gratuita e convida os utilizadores a participarem ativamente nos conteúdos da Wasteapp, através da sugestão de novos destinos para os resíduos domésticos.

 

Ler mais
Recomendadas

Quercus diz que Portugal não consegue cumprir neutralidade carbónica com exploração de lítio

Relatório sobre o impacte de emissões de CO2 da mineração de lítio em Portugal, que será apresentado na segunda-feira, aponta que, se o Governo avançar com a campanha de exploração de lítio, “Portugal não vai conseguir cumprir a neutralidade carbónica”, revela responsável da Quercus.

António Costa sobre Amazónia: “O Brasil precisa de solidariedade e não de sanções”

“A Amazónia é um dos maiores pulmões do mundo e o que lá acontece é um problema global”, afirmou António Costa aos jornalistas, aquando de uma visita à Fatacil, em Lagoa.

Amazónia: Macron acusa Bolsonaro de mentir e diz-se contra o acordo UE-Mercosul

O Presidente de França, Emmanuel Macron, acusou esta sexta-feira o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, de mentir em matéria de compromissos ambientais e anunciou que, nestas condições, França vai votar contra o acordo de comércio livre UE-Mercosul.
Comentários