Youtube começa a verificar problemas com direitos de autor no momento em que os vídeos são carregados

Esta nova funcionalidade permite corrigir quaisquer problemas com direitos de autor antes de os vídeos serem publicados na plataforma.

Christian Wiediger/Unsplash

Como é natural, é do interesse do Youtube e, principalmente dos utilizadores, que quaisquer vídeos que sejam carregados para o serviço não tenham quaisquer problemas de violação de direitos de autor. Para ajudar a evitar estes problemas, recentemente, o Youtube lançou uma nova funcionalidade que acrescenta um passo de verificação de potenciais violações de direitos de autor momento em que o utilizador carrega um vídeo para o serviço.

Como se pode ver pelo tweet abaixo, o Youtube agora faz um conjunto de verificações quando o utilizador inicia o processo de carregamento do vídeo. Na descrição, o Youtube indica que “Vamos verificar a existência de problemas de direitos de autor que possam limitar a visibilidade do seu vídeo. Poderá de resolver quaisquer problemas antes de publicar o vídeo.” Abaixo disto, pode aparecer uma lista de problemas com direitos de autor, ou a mensagem “Não foram detectados problemas”, se o vídeo não necessitar de qualquer alteração.

Esta nova funcionalidade é muito útil para quem publica vídeos no Youtube, porque permite detectar quaisquer problemas com inclusão de conteúdos protegidos por direitos de autor, que não foram notados durante a montagem do vídeo. Ou pelo desconhecimento que o conteúdo usado tinha direitos de autor.

Segundo a notícia original, publicada no site XDA Developers, o Youtube consegue fazer estas verificações rápidas através do sistema Content ID, que usa a “impressão digital” do conteúdo para identificar se está, ou não, protegido por direitos de autor e se pode ser utilizado. Este novo sistema não conseguirá verificar tudo. Por isso, os detentores dos direitos podem continuar a marcar vídeos depois de serem publicados. No entanto, espera-se que o novo sistema reduza substancialmente a quantidade de vídeos que são marcados acidentalmente como estando a violar direitos de autor.

PCGuia
Recomendadas

‘Bizarro’: Investigadores alertam que malware criado no Brasil já afetou sete bancos em Portugal

O novo malware bancário proveniente do Brasil tem vindo a deixar marcas por todo o mundo. Para além de Portugal, estes ataques também já lesaram bancos de outros países como Alemanha (seis entidades), França (oito entidades) e Espanha (22 entidades).

AT&T vai transformar direitos televisivos em serviço de streaming por 35,3 mil milhões de euros

O acordo proposto unirá um dos estúdios mais poderosos de Hollywood, a TimeWarner – criadora das franquias Harry Potter e Batman, com o canal televisivo de programas caseiros, culinária, natureza e ciência do Discovery.

Trinta das maiores tecnológicas do mundo dão emprego a sete milhões de pessoas

Ao contrário do que seria de expectável, entre as 30 maiores empresas tecnológicas do mundo, as empresas-referência Apple (147 mil), Microsoft (163 mil) e Google (60 mil) têm uma população laboral mediana.
Comentários