InícioBarómetro EY
Barómetro EY

Inovação. Aceleração. Eficiência. Fazer mais com menos. Ainda que existam setores de atividade onde o contexto de mudança se faz sentir com maior intensidade, a verdade é que todos os negócios o vivem atualmente.

Conforme já antecipado, veio a Inspeção Geral das Finanças (IGF), no âmbito de uma auditoria realizada em 2017, ao sistema de controlo do planeamento fiscal abusivo, pronunciar-se acerca da aplicação da cláusula geral antiabuso (CGAA), prevista no artigo 38º da Lei Geral Tributária (LGT).

As ações mundiais negociaram próximas de máximos de meio ano, impulsionadas pela valorização das bolsas chinesas.

A prevenção do branqueamento tem ganho uma preponderância crescente ao longo dos anos, face à evolução do fenómeno e dos consequentes desafios que se têm colocado ao setor financeiro e às atividades e profissões especialmente designadas para efeitos de prevenção e deteção deste ilícito.

Especialização responde ao aumento da complexidade fiscal

São numerosos os desafios que as empresas de seguros enfrentam atualmente, decorrente do fenómeno da digitalização, das inovações introduzidas pela insurtech, do surgimento de novos riscos e da materialização de outros conhecidos, e da implementação da nova norma contabilística IFRS 17. Não podemos, no entanto, esquecer os desafios que continuam a enfrentar com o novo regime de solvência.

Os lares estão a tornar-se centros de conetividade eletrónica que altera a nossa vivência em família e em sociedade, desde o modo como comunicamos até à informação que consumimos.

No atual contexto de transformação digital, as principais empresas nacionais têm feito um investimento significativo em plataformas tecnológicas para aumentar a produtividade, a colaboração e a inovação.