Economize Energia

80% das autarquias indexa fatura dos resíduos ao consumo de água. Deco Proteste quer revisão da tarifa

“Quem cumpre e separa os resíduos, com a preocupação de defender o ambiente, paga o mesmo de quem é indiferente ao problema da sustentabilidade”, aponta a Deco Proteste que defende a revisão do cálculo da tarifa dos resíduos.

Saiba quais as medidas que pode implementar para melhorar o desempenho energético

Existem medidas que pode implementar na sua casa e que poderão ajudar a melhorar o desempenho energético. De facto, algumas delas exigem um investimento mais elevado (exemplo: substituir janelas ou melhorar o isolamento de paredes), porém outras implicam um custo reduzido, como seja a calafetagem de janelas e portas.

Governo vai ajudar a pagar conta da luz durante o mês de janeiro

Cerca de 800 mil famílias terão uma redução extra de 10% de redução na fatura de eletricidade até ao final do mês de janeiro que será cobrada diretamente pelas empresas comercializadora.

Governo vai apoiar fatura da luz das famílias em cerca de 10%

De acordo com o “Expresso”, a medida aplica-se a todo o mês de Janeiro e estará em vigor enquanto durar o confinamento geral. Terá um custo estimado entre 20 a 25 milhões de euros por mês. Apoio a quem tem tarifa social também aumenta, redução para estas famílias pode chegar aos 40%

Aquecer uma casa pode custar até oito euros por dia, alerta Zero

Numa altura em que Portugal atravessa um período de baixas temperaturas, os consumidores vêem-se na necessidade de recorrer ao aquecimento domiciliário através de aquecedores. A Zero considera ser fundamental alertar as famílias para avaliarem o uso dos equipamentos de aquecimento e monitorizarem os seus contadores de eletricidade e gás, esperando-se já gastos muito acrescidos neste mês.

Zero alerta para consumo de eletricidade e expressa preocupação com “eficiência energética”

Segundo a associação ambientalista, em Portugal, a forma mais escolhida para se aquecer a casa passa por recorrer à climatização ativa através de aquecedores locais como irradiadores a óleo ou termoventiladores. No entanto, estes são “sistemas ineficientes, traduzindo-se num custo significativo para os utilizadores em termos de utilização, ao mesmo tempo que proporcionam um reduzido conforto térmico, pois acabam por ser utilizados o menos possível de forma a evitar um aumento dramático da fatura de eletricidade”.
Ver mais artigos