Economize Impostos

Escalões mantêm-se mas IRS sofre ajustes

Apesar de os limites máximos dos sete escalões do IRS não sofrerem alterações, o OE2019 prevê mudanças com impacto na carteira dos portugueses.

Impostos escondidos: saiba o que vai mudar em 2019

Desce o IVA nos espetáculos culturais e nas perucas para doentes com cancro mas comprar carro, celebrar um contrato, beber uma Coca-Cola ou fumar um cigarro vai ficar mais caro. Conheça aqui as alterações fiscais que terão maior impacto no seu orçamento.

Andar de carro vai ficar (ainda) mais caro

Além do IUC, do ISV, do ISP ou do IVA sobre o ISV e o ISP, este ano nasceu o WLTP, um novo método de leitura das emissões de CO2. A nova norma pode, em determinados casos, ditar um agravamento no preço dos veículos superior a 10%.

Veja aqui o impacto das novas tabelas de retenção na fonte nos reembolsos de IRS

As novas tabelas surgem da atualização do IAS e da correção das situações dos rendimentos em que a retenção na fonte deixava os contribuintes com rendimento líquido disponível anual inferior ao mínimo de existência. Veja aqui a simulação da consultora EY quanto ao seu impacto.

Contribuintes que ganham mais de mil euros continuam a reter IRS a mais, diz a PwC

A atualização das tabelas de retenção para 2019 continua a não refletir integralmente o alargamento dos escalões do IRS de 2018 para a generalidade dos trabalhadores e pensionistas com rendimento a partir de mil euros, segundo os cálculos da PwC.

Salários: Isenção de IRS aumenta para 654 euros mensais

A isenção de IRS estava nos 632 euros brutos mensais, mas este ano subiu para os 654 euros.
Ver mais artigos