InícioFinanças
Finanças

As palavras de Mário Centeno sobre o fim do programa de resgate financeiro à Grécia não foram bem recebidas, desde logo, por Yanis Varoufakis, antigo responsável pela pasta grega das Finanças. mas também por elementos do PS, do BE e do PSD.

O empresário de 69 anos terá dado uma queda nas escadas e falecido no sábado no seu iate atracado no porto da cidade de Ibiza, no arquipélago espanhol das Baleares.

O comissário europeu para os Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, assegurou este domingo que a austeridade "acabou", mas que o país deve continuar a aplicar reformas económicas.

"Os interesses da Grécia, dos gregos e do Governo estão alinhados com os interesses do MEE: é do interesse mútuo que as reformas continuem, que a Grécia beneficie de um bom crescimento e que se crie emprego", realçou Klaus Regling.

A partir de segunda-feira, o euro deixa de ter qualquer membro sob resgate, oito anos volvidos.

O Ministério das Administração Interna explica que “a proposta de Orçamento de Estado para 2019 e os diplomas legais de âmbito setorial irão estabelecer os termos e os prazos".

Alteração das finanças locais entra em vigor na sexta-feira.

Os dados publicados esta quinta-feira em Diário da República revelam que a maior fatia da cobrança coerciva do Estado resultou de impostos diretos, tendo o montante chegado aos 198,1 milhões de euros.