Mercados

Wall Street negoceia no vermelho contagiado pelos receios das congéneres europeias devido ao coronavírus

O Dow Jones perde 2,65%, para 28.223,53 pontos, o S&P 500 cai 2,56%, para 3.253,47 pontos, e o Nasdaq desvaloriza 2,89%, para 9.297,77 pontos.

Coronavírus: Petróleo negoceia em queda devido a riscos de propagação da epidemia

Cerca das 11:55 (hora de Lisboa) o barril de Brent do mar do Norte para entrega em abril negociava a 56,05 dólares no mercado de Londres, uma descida de 4,19% em relação ao preço de encerramento na sexta-feira.

Coronavírus coloca Wall Street à defesa

É expectável que exista uma resposta, talvez mesmo coordenada, de vários países e autoridades monetárias, o que poderá vir a suportar o mercado.

Refúgio em tempo de coronavírus: preço do ouro atinge máximos de sete anos

O preço de uma onça de ouro, para entrega em abril, sobe 2,12% para 1.683 dólares, um nível tocado pela última vez em fevereiro de 2013.

PSI 20 desce 2,38% numa Europa assustada com o espalhar do coronavírus

As principais bolsas europeias perdem mais de 2% e Lisboa não é excepção, com os investidores a mostrarem nervosismo com o espalhar do surto do coronavírus. Itália é o foco na Europa, com a bolsa de Milão a afundar mais de 4%.

Topo da agenda: o que não pode perder na economia e nos mercados esta semana

Os dados das sondagens sobre o clima económico nos dois lados do Atlântico vão mostrar como os empresários se sentem em relação ao potencial impacto do coronavírus. A época de resultados entra na reta final e também há segundas leituras do crescimento económico no quarto trimestre do ano passado.
Ver mais artigos