Mercados

Irão enerva Wall Street

Foi um final de semana tremido para a bolsa nova-iorquina com os três principais índices a fechar no vermelho.

BCP arrasta Bolsa de Lisboa para perdas. Europa fecha mista

Segundo o Eurostat Portugal continua a apresentar a terceira maior dívida pública (123,0% do PIB), depois da Grécia (181,9%) e da Itália (134,0%). Isto penalizou sobretudo bolsa italiana e a dívida soberana de Itália. No PSI 20 a queda de mais de 2% do BCP é justificada em parte pelo facto de o DjStoxx Banks ter a pior performance do dia.

PremiumPowell vai decidir quanto poderá correr o ‘touro’ de Wall Street

Os índices bolsistas norte-americanos não descolam de máximos e aguardam apenas o ‘OK’ da Fed no dia 31 para voarem mais alto com juros mais baixos. Nem a estagnação dos lucros reduz expetativas.

Declarações da Fed anima investimentos e Wall Street arranca em alta

Fed poderá ir além do esperado na descida dos juros e os investidores mostraram otimismo na abertura de Wall Street. A bolsa arranca assim em alta, em sintonia com o comportamento da maioria europeia. Os comentários de dois responsáveis da Fed de que o Banco Central norte-americano poderá ser mais agressivo na descida de juros foram recebidos com agrado pelos investidores. Destaque para os bons resultados da Microsoft.

Wall Street foge ao vermelho à boleia de Williams

A libra inglesa inverteu a perda do dia anterior e valorizou 1% para 1.2554 libras, depois do Parlamento do Reino Unido ter legislado de forma a proibir o próximo Primeiro Ministro de implementar o Brexit sem acordo.

PSI 20 regista ganhos em linha com Europa. BCP é destaque

Principal índice bolsista português soma 0,27%, para 5.234,83 pontos.
Ver mais artigos