180 kms de caminhos florestais já sofreram intervenção na Madeira

O objetivo passa por garantir mais segurança à população, através da remoção de espécies invasoras e na melhoria dos acessos.

São 180 kms que já foram alvo de intervenção na Madeira pelo executivo madeirense, sendo que na Ponta do Sol estão 30 kms.

O objetivo desta intervenção passa por “garantir mais segurança” à população, através da remoção de vegetação invasora “criando uma faixa corta-fogo” no interior da mancha florestal, e na melhoria dos acessos da população, de “facilitando a passagem aos seus terrenos e permitindo a atividade silvícola e a gestão ativa” destas áreas.

Entre os caminhos que estão a ser intervencionados encontra-se uma zona da Estrada Regional que liga os Canhas ao Paul da Serra, que será visitado esta quarta-feira por Susana Prada, secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais.

Recomendadas

Madeira regista descida ligeira no preço dos combustíveis

A gasolina passa dos 1,502 para os 1,500 euros por litro, enquanto que o gasóleo desce dos 1,321 para os 1,319 euros por litro.

CDS Madeira admite estender coligação com PSD às autárquicas

O líder do CDS/Madeira e secretário da Economia no Governo Regional admite que o acordo de coligação celebrado com o PSD pode estender-se às próximas eleições autárquicas no arquipélago. “Acho que é possível e já falamos sobre isso”, referiu Rui Barreto numa entrevista à agência Lusa a propósito dos primeiros 100 dias do executivo (assinalados […]

PremiumProjeto FORWARD tenta aproximar investigadores de decisores políticos

Lúcio Quintal, da ARDITI, destaca as potencialidades das Regiões Ultraperiféricas para a investigação e inovação, dado que podem servir de laboratórios.
Comentários