333 milhões de euros “oferecidos” pelo Casino de Lisboa em 2016

O valor total dos prémios distribuídos no ano passado teve um aumento em relação a 2015. A informação foi avançada pela Estoril-Sol, a empresa que gere o Casino de Lisboa.

Esta quarta-feira, a empresa Estoril-Sol informou que o Casino Lisboa distribuiu em 2016 um valor total de 333 milhões de euros, o que corresponde a um aumento comparativamente ao ano anterior.

Em comunicado, a empresa que gere o Casino de Lisboa indica que “reforçou, em 2016, o recorde absoluto de prémios pagos num único ano, tendo distribuído pelos seus frequentadores 333.703.239 euros.

“Foi, assim, o maior volume de prémios atribuído, em apenas, um ano, pelo Casino Lisboa, verificando-se, aliás, um acentuado aumento em relação ao ano anterior – 2015 -, cujo valor total se situou nos 306.654,60 milhões de euros”, pode ler-se.

O Casino de Lisboa, de portas abertas desde Abril de 2006, lembra ainda a “sucessão de jackpots registada em 2016, que culminou, precisamente, em dezembro, período em que foram distribuídos 29.884.115 euros em prémios.

Na mesma nota, divulgada por diversos meios de comunicação social, o Casino de Lisboa adianta ainda que foi atribuído uma média diária superior a 914 mil euros em prémios. É um novo recorde absoluto de prémios pagos num único ano.

 

Ler mais

Recomendadas

Endividamento da economia aumentou 3,1 mil milhões de euros em 2019

O endividamento da economia aumentou em termos nominais no final de 2019, face a igual período de 2018. No entanto, em percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 352,1% para 341,2%.

Dívida pública caiu para 118,2% em 2019, abaixo das estimativas do Governo

A dívida pública na ótica de Maastricht prossegue uma trajetória descendente, já que diminuiu face aos 122,2%, registados em 2018. Fixou-se ainda abaixo dos 118,9% esperados pelo Governo.

Isabel dos Santos impugna arresto de contas bancárias em Portugal

A empresária diz que não consegue pagar salários, ao fisco, Segurança Social e a fornecedores. Adianta ainda que as empresas nas quais detém participação maioritária têm empréstimos por reembolsar, no valor de 180 milhões de euros, tendo já reembolsado 391 milhões.
Comentários