7,7% da população empregada da Madeira esteve em teletrabalho

As regiões autónomas foram as regiões do país com a menor percentagem da população empregada em teletrabalho.

7,7% da população empregada da Madeira, estimada em 122,7 mil pessoas, esteve em teletrabalho, de abril a dezembro de 2020, indicam os dados de um inquérito da Direção Regional de Estatística (DREM). Nos Açores a percentagem ficou em 8,3%. As regiões autónomas foram as regiões do país com a menor percentagem de pessoas em teletrabalho.

Este valor é inferior à média nacional que se fixou em 15,6%. O inquérito mostra que na Área Metropolitana de Lisboa 27,9% da população empregada esteve em teletrabalho. No norte ficou em 12,2%, no centro em 10,6%, o Algarve ficou com 10,3% e o Alentejo com 10%.

O inquérito da DREM diz ainda que 8,3% da população urbana empregada da região estava em teletrabalho, um valor inferior aos 18,9% da média nacional e o mais baixo de todas as regiões do país.

Recomendadas

Saiba como funcionam os contadores inteligentes de eletricidade

Certamente já ouviu falar nos contadores inteligentes de eletricidade e nas suas funcionalidades. Mas de que se trata Basicamente são aparelhos que fazem medições digitais relacionados com redes inteligentes e que procedem ao envio automático das leituras.

Balança comercial atinge superavit de 12,7 milhões de euros na Madeira

No primeiro trimestre as exportações atingiram os 48,5 milhões de euros e as importações os 35,8 milhões de euros.

Madeira bate novo máximo com 12.888 vacinas administradas contra a covid-19

Já foram administradas 104.185 vacinas contra o coronavírus na Madeira. 76.501 eram referentes à primeira dose (30,1% da população), e 27.684 correspondiam à segunda dose (10,9% da população).
Comentários