Previsões apontam que produção nacional de arroz vai ficar em mínimos de 20 anos

A produtividade de vários frutos também vai sofrer recuos: maçã (-20%), pera (-35%) e pêssego (-25%), com as quedas a deverem-se a fenómenos meteorológicos extremos.

A produção de arroz em Portugal poderá registar a maior quebra dos últimos anos. Este é um dados que constam nas previsões do boletim mensal da agricultura e pescas divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística(INE) esta segunda-feira, 21 de setembro.

Em termos de preços, as variações mais significativas, em módulo, no índice de preços de produtos agrícolas no produtor foram observadas no azeite a granel (+16,2%), plantas e flores (+12,5%), batata (-21,0%), suínos (-13,4%) e ovos (-13,0%).

Na batata. a produção deverá situar-se em redor das 432 mil toneladas, -5% que na campanha anterior mas próxima da média do quinquénio 2015-2019 (434 mil toneladas). Por sua vez, o tomate para a indústria deverá alcançar as 88 toneladas por hectare.

Os dados alertam também para fortes diminuições de produtividade na maçã e na pera (-20% e -35%, respetivamente), bem como na produção de pêssego (-25%) devido a fenómenos meteorológicos extremos (granizo).

Olhando para o gado, o total abatido e aprovado para consumo em julho de 2020 foi 38 893 toneladas, o que correspondeu a um decréscimo de 5,4% (+18,4% em junho), devido ao menor volume de abate registado nos bovinos (-3,2%), suínos (-5,7%), ovinos (-15,5%), caprinos (-28,3%) e equídeos (-94,1%).

Por sua vez, o total de aves e coelhos abatidos e aprovados para consumo foi 31 480 toneladas, o que representou também uma redução de 1,8% (+7,9% em junho), devido ao menor volume de galináceos (-3,4%), patos (-25,8%) e coelhos (-9,4%).

Já os produtos lácteos tiveram um acréscimo de 4,7% (+9,4% em junho), com maior volume de leite para consumo (+7,7%), leites acidificados (+2,2%), manteiga (+4,0%) e queijo de vaca (+4,1%). A recolha de leite de vaca foi 163,6 mil toneladas, o que representou um aumento de 1,8% (+1,5% em junho).

Ler mais
Recomendadas

Vindimas 2020: No Douro, ‘ano bissexto, ano travesso’

Amanhã, será dada voz aos produtores de Vinhos Verdes, no Minho. Casa de Vilacetinho, Quintas de Melgaço, Quinta do Ameal (da Herdade do Esporão) e Valados de Melgaço serão os protagonistas da região que lhe contam as peripécias desta campanha.

ViniPortugal coloca mais de 1.500 vinhos nacionais à venda em mais de 2.500 supermercados do Brasil

Portugal ocupa, desde 2016, a 2ª posição no ‘ranking’ de importação de vinhos no Brasil. No primeiro semestre de 2020, Portugal registou um crescimento de 16,8% no mercado brasileiro, com um aumento de 17,2% em volume e de 18,6% em valor. Estes valores deverão subir de forma significativa após esta parceria da ViniPortugal com a ABRAS – Associação Brasileira de Supermercados.

Estados membros da União Europeia chegam a acordo sobre reforma da PAC – Política Agrícola Comum

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, participou nos dias 19 e 20 de outubro, no Luxemburgo, no Conselho de Ministros de Agricultura da União Europeia, em que se atingiu esse acordo de princípio.
Comentários