PremiumAbreu faz parceria na Guiné para responder a investidores

Crescente interesse de investidores na Guiné-Bissau levou a Abreu Advogados a reforçar a sua relação com a Armindo Serqueira Advogados, alargando a capacidade da rede em países de língua portuguesa.

A Abreu Advogados aprofundou a sua rede de parcerias nos países de língua portuguesa com a constituição de uma parceria com o escritório Armindo Serqueira Advogados, da Guiné-Bissau, com o objetivo de reforçar a capacidade de resposta ao crescente interesse de investidores naquele país.

“Temos visto recentemente um interesse acrescido no país fruto também de uma maior estabilidade da situação económica e social da Guiné-Bissau”, explica Manuel Santos Vítor, sócio da Abreu Advogados e coordenador do Guiné Desk, em declarações ao Jornal Económico (JE).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas
luís_menezes_leitão_bastonário_ordem_advogados

Advogados elogiam pedido de constitucionalidade da lei que obriga denúncias de evasão fiscal

A Provedora de Justiça pediu ao Tribunal Constitucional a 15 de setembro que fiscalize a lei publicada a 21 de julho de 2020 que transpôs uma diretiva europeia, estabelecendo a obrigação de comunicação à AT a de determinados mecanismos internos ou transfronteiriços com relevância fiscal.

Ordem dos Advogados aprova regra que obriga a mestrado ou doutoramento para entrar na profissão

A proposta do Conselho Geral, liderado pelo bastonário Luís Menezes Leitão, teve esta sexta-feira ‘luz verde’ e segue para a Assembleia da República para o veredito final.

Inovação e talento na advocacia em debate

Gestão da inovação e identificação e retenção de talento são dois desafios que a advocacia terá de enfrentar pós-pandemia. Aresposta é essencial para o desenvolvimento da atividade.
Comentários