Acesso ao Ensino Superior: 10 passos para fazer a sua candidatura

A escolha do curso é uma das decisões mais importantes para ser bem sucedido na vida profissional. Saiba como fazer a sua candidatura ao ensino superior.

1. Planeamento
Toda a informação de que necessita acerca do Ensino Superior está no website da DGES – Direcção Geral do Ensino Superior. Tem informações fundamentais para planear a sua candidatura a uma Universidade ou a um Instituto Politécnico públicos. Aqui, encontra uma lista completa dos cursos existentes em Portugal, das faculdades em que são leccionados, das médias de acesso, bem como das provas de ingresso.

2. Pedir a sua senha de candidatura online
A candidatura ao Ensino Superior é feita através de uma plataforma online. Solicite no DGES uma senha de acesso. Deverá preencher um formulário com indicação do email para onde será enviado um documento a imprimir e certificar pelo GAES – Gabinete de Acesso ao Ensino Superior – da sua escola.

3. Qual é o gabinete de acesso ao ensino superior mais perto de si
Procure o GAES mais próximo de si e contacte essa entidade para certificar o formulário. Só depois de feita esta certificação é que receberá a senha de acesso para fazer a sua candidatura ao ensino superior online.

4. Selecione os cursos a que se pretende candidatar
Irá preencher o formulário de candidatura indicando seis pares curso/instituição de ensino, por ordem de preferência. Faça uma pesquisa antecipada dos cursos que mais lhe interessam, quando chegar o momento de decidir.

5. Testes e ferramentas de orientação
A DGES apresenta-lhe um “Assistente de Escolha de Cursos” que pode orientar a sua navegação pelo site e por toda a informação que este contém. Deve também consultar os sites das faculdades onde os cursos são leccionados para ver em detalhe os seus planos de estudos e as profissões a que o curso dá acesso.

6. O que são as provas de ingresso
As provas de ingresso são os exames nacionais que tem obrigatoriamente de fazer para poder candidatar-se a um determinado curso. Para cada curso em cada instituição só podem ser utilizados como provas de ingresso os exames em que seja obtida uma classificação igual ou superior à classificação mínima fixada por essa instituição para esse curso.

7. Calcule a média do ensino secundário
Para fazer a sua candidatura ao Ensino Superior deverá solicitar na sua escola a ficha ENES. Desta constam todas as notas necessárias à sua candidatura. Uma vez obtidas as notas dos exames nacionais e calculada a média do Ensino Secundário, já pode obter a sua nota de candidatura.

8. Os pré-requisitos necessários para o curso
O curso da sua preferência pede a confirmação de que tem os pré-requisitos exigidos para a frequência do mesmo? Se sim, verifique se são do tipo A ou B, recolhendo a documentação necessária, para entregar no acto da matrícula no curso.

9. Veja as condições de candidatura às privadas
A candidatura ao ensino superior através do site da DGES só é feita para o Ensino Superior Público. Caso pretenda candidatar-se a uma entidade privada, deve entrar em contacto com a instituição que deseja para saber quais os prazos e as condições de candidatura.

10. O que fazer se precisar de bolsas de estudo
Caso pretenda obter uma bolsa de estudos, deverá assinalar essa opção no formulário de candidatura da DGES. Receberá os dados de acesso à plataforma de candidatura à bolsa, e posteriomente submeter a documentação exigida para o efeito. A documentação será depois encaminhada para a instituição de ensino onde ficar colocado.

Ler mais
Relacionadas

Ensino superior: candidaturas arrancam hoje. Consulte aqui as vagas disponíveis

Inicia-se esta quarta-feira, 18 de julho, o prazo de candidatura à 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior público, que termina a 7 de agosto.

Ensino Superior: Aumento residual de vagas em ano de cortes em Lisboa e Porto

O concurso nacional de acesso ao ensino superior volta a registar um aumento de vagas, pelo terceiro ano consecutivo, ainda que residual e em ano de corte de vagas em Lisboa e Porto, por determinação do Governo.
Recomendadas

Ja validou as faturas? Prazo termina amanhã

Cada contribuinte pode deduzir até 250 euros das despesas gerais. Para obter o benefício máximo, basta gastar 715 euros, facilmente atingíveis com os encargos da casa e da família. Em conjunto, um casal pode deduzir um máximo de 500 euros no seu IRS.

Segurança na Internet: Mais de metade dos portugueses não se sente devidamente informado

A dinâmica de fazer compras mudou muito nos últimos anos e já não é necessário sair de casa para ver, comparar e comprar produtos. No entanto, muitos consumidores carecem de literacia digital pelo que existem muitas questões quanto às melhores práticas, levando a graves problemas de segurança.

Quercus alerta para riscos de confetis e glitter no ambiente no dia de Carnaval

Os confetis de plástico e os glitter são as principais preocupações para associação ambientalista na noite de Carnaval. Quercus apela para que se opte por opções biodegradáveis ou feitas de papel.
Comentários