AdC acusa Continente, Pingo Doce, Auchan, Lidl, Intermarché e E-Leclerc de concertação de preços

Trata-se de um novo caso de ‘hub-and-spoke’, em que os distribuidores recorrem a contactos bilaterais com o fornecedor para promover ou garantir, através deste, que todos praticam o mesmo preço de venda ao público no mercado retalhista.

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou este sábado seis grupos de distribuição alimentar e dois distribuidores de bebidas de concertarem preços de venda de produtos ao público, em prejuízo dos consumidores.

Em comunicado, a entidade liderada por Margarida Matos Rosa referiu que após a investigação, concluiu que “existem indícios de que Modelo Continente, Pingo Doce e Auchan utilizaram o relacionamento comercial com os fornecedores Sumol+Compal e Sogrape para alinharem os preços de venda ao público”.

Segundo a investigação da Concorrência, os comportamentos desenvolveram-se entre 2002 e 2017, no caso da Sumol+Compal e entre 2006 e 2017, no caso da Sogrape.

A Lidl também é visada da acusação, no caso de bebidas não-alcoólicas, e, no caso de bebidas alcólicas, a AdC disse que estiveram envolvidas o Intermarché e o E-Leclerc.

Estão também visados individualmente, dois administradores e dois diretores de cada um dos fornecedores, Sumol+Compal e Sogrape.

“A confirmar-se, a conduta em causa é muito grave. Trata-se de um novo caso de ‘hub-and-spoke’, em que os distribuidores recorrem a contactos bilaterais com o fornecedor para promover ou garantir, através deste, que todos praticam o mesmo preço de venda ao público no mercado retalhista”, lê-se na nota da Concorrência.

Esta acusação integra o segundo conjunto de casos de ‘hub-and-spoke’ investigados em Portugal, e junta-se assim  à acusação Bimbo Donuts, divulgada a 25 de junho).

A AdC tem atualmente dez investigações no setor da grande distruibuição alimentar, algumas das quais se encontram em segredo de justiça.

Ler mais
Recomendadas

Bundesbank vai continuar a participar nas compras do Banco Central Europeu

O banco central da Alemanha confirmou que vai permanecer no programa de aquisição de ativos do setor público (PSPP) do BCE, depois de concluir que estão cumpridos os requisitos que tinham sido pedidos pelo Tribunal Constitucional alemão em maio.

CTT regista prejuízo de dois milhões de euros no primeiro semestre de 2020

Prejuízo foi justificado com a evolução negativa do lucro antes de juros e imposto de renda (EBIT), “parcialmente compensada pelo comportamento imposto sobre o rendimento do período”. Os rendimentos operacionais também decresceram, devido ao impacto da pandemia da Covid-19.

Portucel Moçambique distinguida pela União Europeia pelo trabalho desenvolvido no país durante a pandemia

Este projeto tem um investimento de longo prazo estimado em 2,5 mil milhões de dólares, a realizar em duas fases, com operações nas províncias de Manica e da Zambézia e exportações anuais estimadas, na primeira fase, de 100 milhões de dólares e, na segunda fase, de mil milhões de dólares.
Comentários