Aeroporto de Beja “tem de ser aproveitado e valorizado”, garante ministra

Ana Abrunhosa falou ainda à “Antena 1” e “Negócios nos descontos nas ex-SCUT do interior do país, descartando avançar com uma data para avançarem, depois de ter dito no parlamento que medida entraria em vigor no terceiro trimestre. “Está a ser finalizada e oportunamente será comunicada”, diz.

Ana Abrunhosa

A ministra da Coesão Territorial reitera que é necessário aproveitar o aeroporto de Beja, mas afasta a hipótese de esta base aérea poder substituir a construção do novo aeroporto para a região de Lisboa. Em entrevista à “Antena1 e ao “Jornal de Negócios”, Ana Abrunhosa assegura ainda concordar que exista uma ligação ferroviária a todas as capitais de distrito, conforme previsto no plano de recuperação económica elaborado por António Costa e Silva.

“O país não pode ter um equipamento como o aeroporto de Beja sem o valorizar. Não concordo que possa substituir um aeroporto nacional. O que precisarmos é de ter um bom aeroporto nacional. Portanto, o de Beja nunca deixará de ser regional e não perde importância por isso. Estamos a falar de uma região extraordinária, com um potencial extraordinário, em que esta infraestrutura que não está totalmente aproveitada, como foi prometido aos alentejanos durante anos”, refere a governante.

A ministra revela ainda, na mesma entrevista à rádio e ao jornal de economia, que o Governo quintuplicou a dotação destinada a projetos de produtos e serviços para o combate à Covid-19, tendo sido aprovados 637 projetos que correspondem a 174 milhões de euros – ou seja, uma verba cinco vezes mais alta do que o previsto inicialmente.

Ana Abrunhosa falou ainda nos descontos nas ex-SCUT do interior do país, descartando avançar com uma data para avançarem, depois de ter dito no parlamento que medida entraria em vigor no terceiro trimestre deste ano. “Está a ser finalizada e oportunamente será comunicada”, garante.

Recomendadas

Topo da agenda: o que vai marcar a atualidade esta quinta-feira

O tema em destaque nesta quinta-feira é a reunião com os governadores do Banco Central Europeu. Na Assembleia da República o dia ficará marcado pelas audições ao Tribunal de Contas e ao ministro da Ciência sobre o Orçamento do Estado para 2021. O INE vai publicar estatísticas relativamente às empresas, ao turismo e desemprego.

Corrida à liderança da OCDE gera tensões entre EUA e Europa

A nomeação para o cargo poderá, segundo alguns analistas e políticos próximos da organização, definir o futuro da globalização. As diferentes preferências europeias e americanas podem levar a mais um foco de tensão entre os dois blocos, sendo que, caso Joe Biden vença, levanta-se a questão sobre a sua escolha para o cargo, que deverá diferir da expressa pelo presidente Trump.

Portugal deverá ter quebra na produção de azeite na campanha de 2020/2021

As perspetivas de produção em Portugal na campanha olivícola de 2020/2021, que arrancou em meados deste mês, apontam para 100 mil toneladas de azeite, disse hoje à agência Lusa o diretor executivo da Olivum – Associação de Olivicultores do Sul, Gonçalo de Almeida Simões.
Comentários