Aeroporto de Faro aumenta capacidade em 25%

As obras de ampliação do aeroporto de Faro exigiram um investimento de cerca de 32,8 milhões de euros.

As obras de expansão do aeroporto de Faro, hoje inauguradas pelo primeiro-ministro António Costa, vão permitir o aumento da capacidade de movimentação de passageiros daquela infraestrutura em 25%.

Até hoje, o aeroporto de Faro permitia apenas 24 movimentos de aeronaves por hora, o que correspondia, em média, a 2.400 passageiros.

Com as obras hoje inauguradas, o aeroporto algarvio tem capacidade para efetuar 30 movimentos horários de aviões, a que deverá corresponder um total, em média, de três mil passageiros.

Em 2016, o aeroporto de Faro registou o maior crescimento de movimentação de passageiros no conjunto dos aeroportos nacionais geridos pela ANA/Vinci, com uma subida de 18,5%, para mais de sete milhões de passageiros.

Já no primeiro semestre deste ano, essa tendência manteve-se: o aeroporto de Faro registou uma das mais altas taxas de crescimento nesse conjunto de aeroportos nacionais, com um crescimento de 18,5%, para cerca de 3,8 milhões de passageiros.

Além deste reforço da capacidade, as obras no aeroporto de Faro implicaram a ampliação da gare, de 81.200 metros quadrados para 93.120 metros quadrados, com o aumento das áreas operacionais e da área pública.

Segundo um comunicado da ANA, “foram também ampliadas e revitalizadas as áreas de retalho e restauração (que estão em fase de acabamentos)”.

“Esta modernização do terminal [de Faro] visa adequar a infraestrutura a um novo paradigma do transporte aéreo que se verifica em Portugal e em toda a Europa – o aumento da utilização das companhias aéreas de baixo custo [‘low cost’] – com o aeroporto de Faro a verificar um aumento dos passageiros de companhias ‘low cost’, por contrapartida da diminuição dos passageiros de outros tipos de voos. Esta realidade resulta num novo perfil de passageiros, com novas necessidades e que tende a permanecer mais tempo no terminal”, explica o referido comunicado da ANA.

Nestas obras de expansão do aeroporto de Faro foram investidos 32,8 milhões de euros.

A ampliação do aeroporto de Faro foi de quase 12 mil metros quadrados, grande parte, mais de 11 mil metros quadrados, do lado terra.

Do lado ar, ocorreu a expansão no sentido nascente da sala de recolha de bagagens e do terminal de bagagens de chegadas; a ampliação da área destinada ao controlo de passaportes de chegadas e partidas; e a expansão das áreas comerciais de retalho e restauração.

Do lado terra, verificou-se a a expansão do átrio público de partidas e chegadas ao longo de toda a frente do edifício; a expansão das áreas comerciais, com a construção de serviços de apoio, com localização predominante no átrio público; e ainda a construção, no piso 2, das áreas destinadas a controlo de segurança e aos novos espaços destinados a escritórios.

Na cerimónia da inauguração destas obras, que decorreu no final desta manhã, além de António Costa, estiveram presente Pedro Marques, ministro do Planeamento e das Infraestruturas; Nicolas Notebaert, CEO da Vinci Concessions e presidente da Vinci Airports; e Carlos Lacerda, presidente da Comissão Executiva da ANA – Aeroportos de Portugal.

 

Ler mais
Recomendadas

IP inicia trabalhos de renovação da linha do Norte

As obras a realizar no troço de Albergaria dos Doze tem um investimento previsto superior a um milhão de euros.

Airbus vai deixar de fabricar avião A380 por causa da Emirates

O grupo europeu anunciou esta quinta-feira que vai deixar de fabricar o avião A380 em 2021, depois do seu principal cliente, a Emirates, ter alterado parte da sua encomenda pelos modelos A330-900 e A350-900.

Tráfego na rede principal da Brisa cresceu 4,3% em 2018

As receitas de portagem da BCR no exercício de 2018 atingiram os 592,6 milhões de euros, o que representou uma subida de 6,4% face ao ano precedente. O resultado líquido da BCR em 2018 foi de 166,8 milhões de euros, mais 23,5% que os 135,1 milhões de euros alcançados no exercício anterior.
Comentários