Aeroporto de Lisboa equipado com plataforma digital para verificar cumprimento das normas da DGS

“A plataforma digital ‘Go Fight Covid-19’ vem garantir que estão a ser cumpridos todos os procedimentos sanitários e de segurança exigidos pelo aeroporto Humberto Delgado”, assegura um comunicado da empresa fornecedora dso novos equipamentos.

O aeroporto de Lisboa implementou uma plataforma que monitoriza o cumprimento das normas da DGS – Direção Geral de Saúde e que estará disponível a partir de hoje, dia 15 de junho.

O equipamento inclui 146 ‘QR Codes’ distribuídos por 43 localizações diferentes do aeroporto da capital.

“A plataforma digital ‘Go Fight Covid-19’ vem garantir que estão a ser cumpridos todos os procedimentos sanitários e de segurança exigidos pelo aeroporto Humberto Delgado”, assegura um comunicado, acrescentando que “a Go Fight Covid-19 – desenvolvida pela Out of Limits Lda. – acaba de estar disponível no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa”.

“A nova plataforma digital, que permite avaliar normas de segurança em espaços com atendimento público, vem satisfazer a urgente necessidade do aumento da eficácia das medidas de segurança impostas pela DGS”, assegura o referido documento.

O mesmo comunicado especifica que, “ao todo, são 146 ‘QR Codes’ que se encontram distribuídos por 43 localizações diferentes, entre as quais a área de ‘check-in’, a área de controlo de segurança, a área de controlo de passaportes (SEF), o ‘food court’, as portas de embarque e a área de chegadas”.

“O ‘feedback’ é recolhido ‘online’, através da resposta a questões relacionadas com os processos sanitários e de segurança que, após a recolha e processamento providenciado em tempo real, a ANA dispõe de ‘dashboards’ para análise e monitoria, que permite gerir a operação e tomar decisões de acordo com a informação real dos passageiros”, garante o referido comunicado.

“A solução ‘Go Fight Covid-19’ junta-se assim ao ‘Go Clean’, já implementado no aeroporto – ambos os produtos da família ‘Go Rate’, uma plataforma digital analítica de recolha e processamento de dados em tempo real, providenciados pelos ativos mais importantes de uma organização: os clientes”, conclui o comunicado da empresa.

Ler mais
Recomendadas

Sonae Capital compra seis centrais de cogeração em Espanha

A Sonae Capital adquiriu à Ignis Capital seis centrais de cogeração localizadas em Espanha, nas regiões da Catalunha, Aragon e Castilla y Leon. Pagou 75 milhões de euros.A operação tem um valor de 75 milhões de euros,

Fitch mantém rating da dívida sénior de longo prazo da CGD

A Fitch manteve o ‘rating’ da dívida sénior de longo prazo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) e reduziu a perspetiva de estável para negativa devido ao impacto da pandemia covid-19, segundo comunicado do banco ao mercado.

Prio investe no fornecimento de energia elétrica 100% renovável

A empresa afirma que a decisão surge na sequência dos investimentos já realizados e a realizar até 2025. E vai expandir a sua rede de postos de abastecimento dos atuais 190 para os 300.
Comentários