Aigle Azur abre insolvência e cancela voos em Portugal, Brasil e Mali

“A Aigle Azur entrou em período de busca ativa de compradores, enquadrada pela justiça comercial, que exige a suspensão gradual dos seus voos programados”, justificou a empresa francesa.

A companhia aérea francesa Aigle Azur declarou insolvência no início desta semana e apesar de inicialmente afirmar que iria manter os voos, tal não se verificou. A companhia francesa assumiu o cancelamento de todas as ligações aéreas para Portugal, Brasil e Mali, já a partir da próxima terça-feira, 10 de setembro, avança o ‘Jornal de Notícias’.

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo afirmou que não existe nenhuma proteção para os passageiros afetados pelo cancelamento dos voos, sendo que deverão pedir o reembolso das viagens e respetivas compensações. “A Aigle Azur entrou em período de busca ativa de compradores, enquadrada pela justiça comercial, que exige a suspensão gradual dos seus voos programados”, justificou a empresa.

O cancelamento dos voos para três destinos implica menos 50 mil lugares no aeroporto do Porto, sendo que estavam previstos 240 voos desta companhia aérea.

A companhia francesa declarou-se insolvente após uma disputa entre acionistas e recorreu à proteção de credores. Com os problemas financeiros a arrastarem-se há alguns meses, a Aigle Azur chegou a devolveu alguns aviões. Os conflitos da empresa francesa entre os acionistas envolveram David Neeleman, que detém 32% da empresa e é ainda acionistas da TAP.

Relacionadas

Voo cancelado ou atrasado e malas extraviadas? Conheça os seus direitos

Com as mini-férias da Páscoa à porta, são vários os portugueses que vão aproveitar para viajar. Se é o seu caso, conheça os seus direitos e saiba como agir para evitar chatices no aeroporto.

Cerca de sete milhões de passageiros tiveram voos cancelados ou atrasados em Portugal no ano passado

De acordo com a AirHelp, cerca de 64.000 voos com partida em Portugal, correspondentes a 34% das ligações, “chegaram ao destino com mais de 15 minutos de atraso ou foram cancelados”.
Recomendadas

Falhas na rede móvel da NOS solucionadas. Operador vai averiguar “grave incidente”

A operadora admitiu que falha na rede “provocou interrupção do serviço de voz e dados”, “com impacto em clientes em algumas zonas do país”. Fonte oficial da NOS explicou ao JE que entre o reporte das falhas e a sua resolução passaram “apenas” duas horas e que os planos de contingência foram prontamente ativados e bem sucedidos.

Miguel Maya: “BCP já tem cinco mil operações por dia feitas por robôs”

“O BCP aprendeu com os erros do passado”, reconheceu o banqueiro. Miguel Maya disse que era preciso a tecnologia com a relação humana já que “a tecnologia é para servir a relação”, referiu.

Quatro azeites portugueses entre os 100 melhores do mundo

Três dos azeites portugueses premiados têm preços abaixos dos seis euros, com o quarto a custar dez euros.
Comentários