Ainda sem fumo branco, negociações do Eurogrupo prolongam-se pela noite dentro

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno assinalou antes do início da reunião esperar que os ministros das Finanças chegassem a acordo sobre um pacote financeiro de emergência robusto. O resultado das negociações, que começaram às 15 horas, será apresentado amanhã às 9 horas.

Flickr/Plamen Stoimenov (EU2018BG)

A reunião do Eurogrupo derrapou, com os países da moeda única a não terem ainda alcançado um acordo político sobre as respostas económicas e sociais à epidemia da Covid-19. A conferência de imprensa, inicialmente agendada para as 19 horas (de Lisboa), ficou adiada para as 9 horas de quarta-feira, informou o porta-voz do Eurogrupo, no Twitter.

A videoconferência dos ministros das finanças da União Europeia arrancou com uma hora de atraso e teve uma pausa às 19horas de Lisboa, com os trabalhos a serem retomados em mais uma ronda de negociações.

O ministro das Finanças maltês, Edward Scicluna, antecipou, numa publicação no Twitter, que a reunião se poderá prolongar até “até amanhã [quarta-feira] de manhã”.

O presidente do Eurogrupo, Mário Centeno assinalou antes do início da reunião esperar que os ministros das Finanças chegassem a acordo sobre um pacote financeiro de emergência robusto para trabalhadores, empresas e países. Entre os principais pontos de discussão estão o financiamento através do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) e este estará a ser um dos temas mais difíceis de gerar consenso, segundo alguns órgãos de comunicação internacionais.

O financiamento através do Banco Europeu do Investimento e a proposta “Sure” da Comissão Europeia estarão também na agenda, com a possibilidade da emissão de dívida comum europeia a perder terreno, devido à resistência de países como a Alemanha e a Holanda e de alguns dirigentes europeus.

Na segunda-feira, o apelo para um acordo político foi mais uma vez feito pelos representantes das principais instituições europeias. O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, e Mário Centeno, reuniram esta segunda-feira e, no final do encontro, apesar de assinalarem o trabalho técnico “intensivo” realizado nos últimos dez dias, assinalaram: “Apelamos a todos os membros do Eurogrupo para que analisem todos os instrumentos possíveis de uma forma engenhosa e construtiva”.

Com países divididos sobre resposta comum à crise, Eurogrupo apresenta hoje propostas “concretas”

Ler mais

Recomendadas

Governo tem 38 milhões para trabalhadores informais

Entre os requisitos para aceder ao apoio está “a vinculação ao sistema de proteção social durante 30 meses, findo o prazo de concessão do apoio (dezembro de 2020)”.

Exportações tombam 15,4% este ano e crescem 8,4% em 2021, segundo o Governo

A resolução do Conselho de Ministros que aprova o Programa de Estabilização Económica e Social foi publicada no sábado à noite no suplemento do Diário da República e inclui as previsões do Governo para 2020 e 2021 que não tinham sido apresentadas por António Costa.

Governo estima inflação com recuo de 0,2% em 2020 e aumento de 0,4% em 2021

A resolução do Conselho de Ministros que aprova o Programa de Estabilização Económica e Social foi publicada no sábado à noite no suplemento do Diário da República.
Comentários